Destaques

Início Destaques

Camisas Machado une políticos

Divididos pelas ideologias, há algo que o Primeiro-Ministro António Costa, o deputado do PSD Luís Montenegro e o eurodeputado Nuno Melo, eleito pelo CDS-PP, têm em comum: as camisas. Os três são clientes fiéis da Camisaria Machado, um pequeno negócio familiar sediado em Joane, Vila Nova de Famalicão.

A moda vai nua

Despida de preconceitos, seja nas estações ou no género a quem se dirige, a moda está em plena revolução, antecipando novos modelos de negócio onde os consumidores e as redes sociais têm protagonismo. Uma evolução à qual nem os designers mais conceituados escapam.

Farfetch volta a somar

Esta semana, a plataforma de comércio eletrónico fundada pelo empresário português José Neves fechou a sexta ronda de financiamento em 110 milhões de dólares. O investimento da Série F foi liderado por novos investidores como o Temasek, o IDG Capital Partners e a Eurazeo – que participa em marcas como Moncler ou Vestiaire Collective – e está apontado para a Ásia.

O outro lado do athleisure

As peças de vestuário de retalhistas como Gap, J.Crew, Abercrombie & Fitch e de alguns grandes armazéns estão a ser ofuscadas pela entrada em cena dos artigos de athleisure. Paralelamente, o tráfego nos centros comerciais está em queda e os consumidores estão a gastar menos em roupa e, quando o fazem, vão à procura de descontos. A gigante online Amazon e as marcas de moda rápida ajudam também a esta perda de estatuto.

Luxo em Macau

Os casinos podem deixar de ser o principal atrativo de Macau. A ex-colónia portuguesa, conhecida como a capital mundial do jogo, está a tentar diversificar a sua imagem, numa estratégia onde o luxo tem o papel principal para atrair os chineses abastados que estão a trocar Hong Kong por outros destinos.

Originalidade perde Olimpíadas

A menos de 100 dias para o arranque dos Jogos Olímpicos, no Rio de Janeiro, começaram a ser revelados os equipamentos das equipas dos vários países. Austrália, Coreia do Sul e EUA, entre outros, já o fizeram. Todavia, de acordo com as vozes da indústria, as indumentárias apresentadas não só não conseguem acompanhar o ritmo dos atletas, como mostram um design de moda pouco original e, até, aborrecido.

Exportações animam China

Em março, as exportações chinesas inverteram a tendência e cresceram pela primeira vez em nove meses, mostrando sinais de estabilização na segunda maior economia do mundo e animando os investidores.

Anivec com um pé na China

Numa primeira iniciativa para dinamizar os laços comerciais entre Portugal e a China, a ANIVEC – Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção esteve em Macau, no Consulado de Portugal, com uma delegação de empresários da indústria de vestuário.

China já não é para todos

Para a maior parte das casas de luxo, as oportunidades de expansão no retalho chinês já se esgotaram, tendo em conta o abrandamento do consumo e o ritmo mais moderado da economia. Mas para marcas como Hermès ou Michael Kors, o mercado tem ainda um enorme potencial.

Retalho em apuros

Os primeiros indicadores deste ano são pouco animadores para os retalhistas americanos. A perda de protagonismo dos centros comerciais na vida dos adolescentes e a crescente apetência pelas compras online antecipam mais dificuldades para a Gap, a American Eagle Outfitters e companhia.

Mais vistas