Destaques

Início Destaques

Três décadas de Lectra

A filial portuguesa da Lectra está a celebrar 30 anos de atividade. A multinacional de origem francesa, com soluções para a indústria têxtil e vestuário, automóvel e mobiliário, entre outras, instalou-se em Portugal em 1985 e, desde então, tem conquistado a confiança de empresas como a Impetus e a Petratex.

Inditex e H&M no pódio

Destacando-se como as duas maiores retalhistas de vestuário do mundo, não surpreende que a Inditex e a H&M continuem a superar os seus pares, apresentando cadeias de aprovisionamento líderes de mercado, unidas por especificidades comuns.

Portugal com pés para andar?

Numa análise realizada pelo jornal The Economist, as adversidades politicas e económicas portuguesas cruzam-se com os sucessos da indústria do calçado nacional, que se espere inspire o mesmo final feliz e Portugal se torne o mais sexy dos países em termos económicos e financeiros.

Portugal em destaque na ISAF

Nove expositores portugueses estão, a partir de hoje, na Intertextile Shanghai Apparel Fabrics, que decorre até quinta, dia 15. Para além das empresas, a presença nacional será ainda distinguida nesta 21.ª edição da feira chinesa de tecidos com a atribuição do prémio “10 years award” à ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal.

ITV portuguesa ganha mercado

Segundo os dados veiculados pela ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, com base nos dados do INE, nos primeiros oito meses do...

Exportações não tiram férias

Nos primeiros oito meses do ano, a indústria de vestuário exportou mais 2,4% do que em igual período de 2014, atingindo um total de 1,96 mil milhões de euros. Um resultado positivo impulsionado sobretudo pelos mercados tradicionais da União Europeia.

Tempo de ModaLisboa

Pulsa Sangue Novo no dia de arranque do certame, que na edição “The Timers” delegou aos mais novos o peso da responsabilidade da abertura de passerelle. Essa abre já amanhã, sexta-feira, e até domingo acolhe 22 desfiles de coleções desenhadas para a primavera-verão de 2016.

África do Sul a uma só voz

Há uma consciência crescente entre os retalhistas sul-africanos sobre a necessidade de colaborarem mais estreitamente com a indústria têxtil e vestuário do país, como forma de impedir o fortalecimento dos gigantes da moda globais neste que é o mais lucrativo mercado do continente africano.

Apostar na ITV

A Nicarágua pretende investir significativamente no desenvolvimento da sua indústria têxtil e vestuário (ITV), cujo domínio económico faz deste sector um elemento chave para o desenvolvimento do país. Contudo, para tal, terá de conquistar parceiros e mercados.

Boa malha!

As empresas portuguesas mostraram na última edição da Première Vision que não falta criatividade, inovação e tecnologia ao sector das malhas, e, juntamente com os produtores de tecidos, revelaram-se capazes de se bater de igual para igual e até superar os concorrentes dos mais diversos pontos do mundo.

Mais vistas