Bevip Gold faz a festa

Vaga sul-coreana

Marcas

Início Notícias Marcas

Espanha com novo rosto

França, Itália e Inglaterra são os países europeus mais citados pelas suas capitais de moda mas, graças ao contributo da Loewe, Delpozo ou Manolo Blahnik, Espanha tem já uma palavra a dizer. Cada vez mais vanguardista, o país vizinho começa também a reclamar a atenção dos amantes de moda com uma nova safra de marcas de vestuário e calçado.

Kalaia Swimwear à beira da irreverência

Apresentado a 6 de maio – numa marcha que tomou conta das ruas de Lisboa, começando pelo Terreiro do Paço –, o exército de biquínis e fatos de banho “made in Portugal” da Kalaia Swimwear quer conquistar as praias nacionais e internacionais este verão, munido de uma dose extra de irreverência.

Nike e H&M ligam-se na economia circular

A Fundação Ellen MacArthur, estabelecida em 2010 no Reino Unido para promover e apoiar a economia circular – que exige a transição da produção do modelo tradicional “fazer, usar, descartar” para métodos mais sustentáveis que maximizem a utilização dos recursos –, anunciou recentemente a Circular Fibres initiative, destinada a apoiar essas inovações na indústria da moda. A Nike e a H&M são os principais parceiros.

Marcas da resistência

Nos EUA, as marcas de moda indie têm vindo a marchar com mais ou menos tropas contra algumas medidas polémicas da administração de Donald Trump, estando inclusivamente a capitalizar com as sugestões e afirmações menos felizes do presidente norte-americano, convertidas em slogans humorísticos.

Coach compra Kate Spade

A empresa norte-americana confirmou a compra da Kate Spade por 2,4 mil milhões de dólares (aproximadamente 2,2 mil milhões de euros), aproveitando a popularidade da marca e o seu particular apelo junto dos próximos grandes consumidores do luxo – os millennials.

Millennials selecionam luxo

À medida que os consumidores mudam para uma economia digital, social e de experiências, o mesmo tem acontecido com a indústria do luxo. As marcas, emergentes ou estabelecidas, estão constantemente a reinventar-se, a conectar-se digitalmente e a procurar conquistar o próximo consumidor do luxo – o millennial.

A matéria das marcas

Nos últimos anos, as marcas têm vindo a mostrar-se mais transparentes em diferentes aspetos do negócio, que passam pelo dinheiro envolvido ou mesmo pela produção dos artigos que colocam nas prateleiras físicas e digitais das lojas. Atualmente, qualquer marca que aposte no modelo direto ao consumidor apresenta no seu website uma secção “sobre” bastante detalhada, com enfoque nas matérias-primas.

Empresas com selo de reputação

A fabricante de relógios de luxo Rolex é a empresa com melhor reputação a nível mundial, segundo os rankings anuais do Reputation Institute. O instituto classifica as empresas de acordo com a perceção do público em áreas como produtos e serviços, inovação, local de trabalho, cidadania, liderança e performance. A gigante desportiva Adidas figura no top 10.

Duarte em nome próprio

Em outubro de 2016, Ana Duarte conquistou uma menção honrosa no concurso Sangue Novo e, na edição “Boundless”, estreou-se na plataforma LAB da ModaLisboa com uma coleção inspirada pelos desportos de inverno que deixou conhecer não só o crescimento da jovem designer, como também da marca que assina, Duarte.

A mulher da Maragata

A marca nacional dedicada ao quotidiano da mulher moderna nasceu em 2013, em Braga, mas a partir da Cidade dos Arcebispos já expede encomendas para uma mão cheia de países, com Portugal e Espanha a revelarem-se os mercados mais fiéis. Com confeção própria e forte aposta no marketing digital, os primeiros anos da Maragata foram de rápido crescimento e muitos “gostos”.

Mais vistas