Marcas

Início Notícias Marcas

Gladz pisa o mundo das apps

Inspirada na evolução do movimento feminista, a marca de calçado para mulheres procura integrar-se nos padrões modernos do panorama social e comercial. É sob esta missão que, após a consolidação do mercado online, a Gladz se prepara para lançar uma aplicação própria para dispositivos móveis.

ppbungor quer crescer dentro e fora

A partir de Barcelos, a marca de vestidos quer chegar mais longe, com a designer de moda Paula Belchior a acalentar o sonho de expor em Paris. As clientes, nacionais e internacionais, são cada vez mais atraídas à loja pelas montras decoradas pela designer de interiores Alda Sarria Terra.

Baby Gi a crescer de pé

A marca de vestuário para recém-nascidos está em fase de crescimento. Para além da aposta nos mercados extracomunitários, alargou a coleção de 2020 para crianças até aos 36 meses, para que os pais possam combinar o vestuário dos seus filhos.

Just Lovely pronta para crescer

A marca de vestuário infantil já havia começado a gatinhar pelo mercado europeu. Agora, com quatro anos de idade, a Just Lovely está pronta para sair da sua zona de conforto e levar o “made In Portugal” a «um passo de cada vez» para o resto do mundo, até chegar à Rússia e Israel.

Cotton Brothers já disponível online

A marca de vestuário feminino fundada por Odete Santos e Nuno Mendes lançou um website de comércio eletrónico. As vendas arrancaram em setembro mas a Cotton Brothers vai continuar a ser vendida em lojas multimarca, mantendo os parceiros de retalho um pouco por todo o mundo.

Camisas com paixão na MyShirt

Através da diversidade de padrões que apresenta, a MyShirt assume ser mais que uma marca de camisas. Define-se como identidade e quer que os consumidores se apaixonem pelas peças. O Brasil e o Canadá são os próximos mercados a conquistar para a insígnia que tem como futuro projeto a criação de uma loja online.

Scusi com os pés fora de casa

Fundada sob o conceito de marca 100% portuguesa, a Scusi quer consolidar a sua posição no mercado internacional. Depois de conquistar todo o território espanhol e crescer no Canadá, a insígnia tem agora a mira apontada aos EUA, Grécia e Rússia.

Mary Tale a contar histórias

Do mundo imaginário para a realidade, a marca de moda e decoração inspira-se nos sonhos das crianças para criar os seus produtos. Tendo por base valores éticos e sustentáveis, a Mary Tale procura estabelecer uma ligação forte nas relações familiares, colocando mães e filhos a fazer pandã.

Qvinto em viagem de ida e volta

Apesar de se tratar de uma marca nacional, a Qvinto atravessou o Atlântico para testar o seu potencial no mercado dos EUA. Agora, de volta ao país de origem, quer contagiar os portugueses com o espírito de verão das suas coleções de calções banho, expandindo-se para o segmento das t-shirts e polos.

Möm(e) internacionaliza-se com amor

Inspirada no «amor pela família», a Möm(e) não é cega aos problemas ambientais e sociais inerentes à indústria da moda. A sustentabilidade representa um dos valores mais vincados da marca, que procura levar o “made In Portugal” ao mercado internacional.

Mais vistas