Mercados

Início Notícias Mercados

O que traz 2019? – Parte 3

Em 2019, as matérias-primas têxteis deverão sentir alguma pressão. A produção de algodão deverá diminuir e a falta de lã deverá fazer subir os preços. Mas as opções de origem animal estarão sob escrutínio por parte de marcas e consumidores e a sustentabilidade será um ponto obrigatório.

Coletes amarelos mancham Natal francês

O impacto económico dos protestos gerados pelos coletes amarelos em França é cada vez mais evidente e vai além das perdas nas receitas. As especulações feitas no período pré-natalício de que as manifestações custariam aos retalhistas milhões de euros estão a tornar-se reais.

O sobe e desce das exportações da ITV

Os números relativos aos primeiros 11 meses de 2018 dão conta de um abrandamento das exportações de matérias têxteis, que somaram mais 1,7% de janeiro a novembro. Tecidos impregnados, revestidos, recobertos ou estratificados, fibras sintéticas ou artificiais, tecidos especiais e têxteis-lar destacam-se pela positiva.

O orgulho espanhol é o novo preto

Os jovens designers espanhóis estão a reclamar a sua identidade. As tradições, a religião e até a cor preta – que, nos últimos séculos, era associada à monarquia espanhola – são as inspirações dos designers cujas criações estão em exposição na capital espanhola até 3 de março.

Aumentos salariais abalam sourcing

As empresas querem diminuir a sua dependência da China no que toca ao aprovisionamento, tendo em conta a guerra comercial com os EUA. Porém, este ano, o sector terá também que lidar com os aumentos salariais em países como o Vietname ou a África do Sul.

Algodão prepara novo recorde

Na época 2018/2019, o mercado mundial de algodão deverá crescer pelo terceiro ano consecutivo, atingindo o valor mais alto dos últimos seis anos. O incremento deve-se a uma maior procura por parte de países não produtores, como o Bangladesh ou o Vietname, e a uma recuperação da fiação de algodão na China.

China é o motor do luxo

O mercado de luxo continua inabalável. Segundo a Bain & Co, o sector cresceu cerca de 5% a nível mundial em 2018, atingindo cerca de 1,2 biliões de euros. Os jovens, o online e os chineses são o trio impulsionador de um mercado que continua a crescer apesar da conjuntura económica.

Austrália e activewear disparam preço da lã

A maior exportadora mundial de lã de alta qualidade, a Austrália, foi atingida por uma seca severa que está a afetar o preço da matéria-prima, ao mesmo tempo que aumenta a procura por lã junto dos especialistas em activewear à escala global.

O maior mercado da moda em 2019?

A China será o mercado que irá crescer mais rapidamente no mundo da moda e o seu papel nas trocas comerciais deverá evoluir, segundo o relatório The State of Fashion 2018. O estudo prevê ainda que, em 2019, o crescimento global da indústria da moda desacelere.

Vietname quer crescer na via verde

A indústria têxtil e vestuário vietnamita quer ser mais amiga do ambiente, com uma nova parceria desenhada para melhorar a qualidade da água e a utilização de energia no país do sudeste asiático. O desígnio faz parte de um projeto mais amplo que pretende fomentar a produção sustentável em países asiáticos.

Mais vistas