Mercados

Início Notícias Mercados

Algodão sob pressão

A guerra comercial entre os EUA e a China está a provocar uma queda dos preços do algodão e a alimentar a instabilidade no mercado, numa altura em que a produção ainda se encontra em crescimento mas prevê-se uma retração do consumo provocada pelo abrandamento da economia mundial.

G-III Apparel prepara saída da China

As tensões comerciais e a escalada das taxas sobre os produtos chineses irão conduzir a uma retirada da produção da China por parte do grupo que detém as licenças das marcas Calvin Klein e Tommy Hilfiger.

Guerra aberta ao plástico

Apesar das medidas governamentais no combate às embalagens e aos plásticos descartáveis, a indústria petroquímica está em crescimento. O Japão, que acolhe a cimeira do G20 no final deste mês, quer ser um dos pioneiros na luta contra os plásticos.

Os consumidores de 2021 – Parte 2

Criar novos mercados ou responder a necessidades de grupos menos representados, como os portadores de deficiência, e a desconfiança em relação à tecnologia e aos dados fazem parte das características de dois dos grupos de consumidores que marcas e retalhistas terão de ter em conta em 2021.

Guerra comercial beneficia ITV da Guatemala

Um crescente número de marcas que tinham a China como principal destino de sourcing estão a rumar à América Central, designadamente à Guatemala, impulsionando o investimento e contribuindo para uma melhoria das perspetivas de crescimento da indústria têxtil e vestuário da região.

Os consumidores de 2021 – Parte 1

Longe ainda do futuro de ficção científica imaginado há algumas décadas, a tecnologia e a evolução económica e social das diferentes regiões vão afetar a forma como as pessoas comprarão em 2021. Compressionalists, Kindness Keepers, Market Makers e Cyber Cynics são os quatro perfis de consumidores que se destacam.

Combate ao trabalho infantil estagna

Apesar do crescimento da economia e das melhorias em questões como a pobreza ou a educação, a evolução no combate ao trabalho infantil estagnou em países produtores da cadeia de aprovisionamento mundial de vestuário, conclui um novo relatório.

O luxo de comprar online na China

Fazer compras através de comércio eletrónico também pode ser uma experiência de luxo. Na China, muitas das compras de artigos de luxo estão a ser realizadas online, representando um desafio para as casas de moda cuja imagem se prende por uma estratégia de atendimento personalizado em lojas físicas.

EUA taxam todas as importações do México

Para travar a imigração ilegal, Donald Trump vai impor já novas taxas alfandegárias nos produtos expedidos pelo México. Representantes da ITV norte-americana alertam para os perigos da medida, que, afirmam, pode pôr em perigo postos de trabalho.

Vestuário sem salário digno

Um novo estudo sugere que as gigantes do vestuário não cumprem as promessas de pagamento de salários dignos na sua cadeira de aprovisionamento. Os salários baixos continuam a ser o normal na indústria mundial do vestuário, apesar dos compromissos das marcas.

Mais vistas