Mercados

Início Notícias Mercados

Oportunidade olímpica

As maiores marcas desportivas estão em aquecimento para os Jogos Olímpicos – que em 2016 têm lugar numa das cidades que mais atenção presta ao corpo. Como estão insígnias como a Adidas, Nike e Spedoo, entre outras, a trabalhar a gigantesca oportunidade olímpica?

Espaço de mudança

A narrativa que atualmente impera é que os shoppings estão a morrer: uma pesquisa rápida na web fornece todas as indicações de que este hábito de compras é descartado pelos consumidores. Não obstante, uma análise mais profunda permite perceber que os centros comerciais de topo não estão a ser considerados, e o melhor exemplo é o florescimento do Dubai Mall, nos Emirados Árabes Unidos.

O futuro do luxo – Parte 1

A demografia do sector de luxo adquire contornos mais heterogéneos, forçando a expansão da oferta de serviços exclusivos, impelidos por uma abordagem diferenciadora, marcada pela customização, sustentabilidade e adaptação cultural.

China vs. Índia – Parte 2

A China e a Índia pretendem realinhar os objetivos dos respetivos sectores de produção nacionais. Para tal, as duas economias emergentes adotam percursos distintos, distanciando-se naquele que é o rumo dos seus planos de produção domésticos.

Itália aposta na economia circular

O governo italiano publicou um plano estratégico para impulsionar a integração do modelo de economia circular a nível nacional, melhorando assim as práticas dos produtores de têxteis e vestuário e das marcas de moda do país.

China trava declínio

A atividade de produção na China continuou em rota descendente em outubro, embora ao ritmo mais lento dos últimos quatro meses, alimentando a esperança de que os estímulos governamentais à economia possam estar a surtir efeito.

Liderança inabalável

Apesar das dificuldades impostas por fatores como o abrandamento económico e o combate à corrupção e da mudança nos gostos e hábitos de consumo – com o fim da veneração dos logos e o interesse crescente por marcas emergentes –, a China deverá manter-se na liderança do mercado de luxo.

Viagem para as compras

Os aeroportos europeus estão a redesenhar os terminais e a oferecer novos serviços para atrair mais passageiros às lojas, numa altura em que a concorrência online e os ataques terroristas estão a afastar os seus principais consumidores: os viajantes asiáticos.

Comércio livre é prioridade no Brexit

No primeiro discurso sobre a estratégia para o Brexit, a Primeira-Ministra britânica focou a vontade de sair definitivamente da União Europeia, mas quer obter o melhor acordo possível para o país e manter os laços comerciais com os mercados da União Europeia.

O lado B(om) do Brexit

A desvalorização da libra, que beneficiam as exportações, a menor concorrência estrangeira no mercado interno e a negociação de acordos comerciais próprios são alguns dos efeitos positivos que poderão impulsionar a indústria têxtil e vestuário britânica no pós-Brexit.

Mais vistas