Mercados

Início Notícias Mercados

Um mercado em alta

O consumo de vestuário infantil tem vindo a aumentar, antecipando-se uma taxa média de crescimento anual de 4,5% até 2027. Embora os EUA sejam o maior mercado, os países europeus apresentam igualmente uma evolução favorável.

Instabilidade nos mercados e matérias-primas

A situação em Myanmar e as acusações de trabalho forçado no algodão chinês foram dois dos temas que dominaram nos últimos 12 meses, num ano marcado também pelo aumento do custo das matérias-primas e dificuldades logísticas.

Matérias-primas exploram alternativas

O impacto ambiental e a escassez das matérias-primas convencionais estão a impulsionar o desenvolvimento de novos materiais, uma área onde Portugal tem estado na vanguarda, como provam os vários projetos da Fibrenamics.

Suécia reduz compras à ITV portuguesa

Com uma quota de mercado em valor na ordem de 2,0% do total e 2,8% ao nível intracomunitário no ano passado, a Suécia é o 9.º principal mercado de destino das exportações nacionais de têxteis e vestuário, mas os envios para este país nórdico têm diminuído desde 2018.

Comércio externo consolida tendência positiva

Com base na análise desenvolvida pelo CENIT aos dados preliminares disponíveis no INE, o valor das exportações portuguesas de têxteis e vestuário registou uma subida de 16,1% nos primeiros nove meses do ano relativamente ao período homólogo de 2020, ficando cifrado nos 3.985,16 milhões de euros.

Défice da balança comercial aumenta

Segundo a análise dos dados preliminares disponíveis no INE, o défice da balança comercial de Portugal ficou cifrado em 12,18 mil milhões de euros nos nove primeiros meses do ano, representando um aumento de 10,8% face ao valor registado em igual período de 2020.

Exportações da ITV com nota positiva

Entre janeiro e outubro, as exportações da indústria têxtil e vestuário portuguesa atingiram quase o mesmo valor do ano completo de 2020, ficando apenas 163,2 milhões de euros aquém do registado no ano passado, quando faltam ainda contabilizar dois meses. As comparações com 2019 são igualmente positivas.

Retalho ainda não recuperou da pandemia

O comércio a retalho de vestuário em Portugal e Espanha deverá chegar ao final do ano com uma faturação conjunta de 17,9 mil milhões de euros. Um valor ligeiramente superior ao ano passado, mas ainda abaixo dos valores pré-covid, de acordo com a análise sectorial da Informa D&B.

Bélgica mantém compras a Portugal

Com uma quota de mercado em valor na ordem de 2,1% do total e 2,9% ao nível intracomunitário no ano 2020, a Bélgica é o 8.º principal mercado de destino das exportações portuguesas de têxteis e vestuário.

Exportações da ITV acima dos valores de 2019

Com base na análise desenvolvida pelo CENIT aos dados preliminares disponíveis no INE, o valor das exportações portuguesas de têxteis e vestuário registou uma subida de 16,8% no conjunto dos primeiros oito meses de 2021, relativamente ao período homólogo de 2020, ficando cifrado nos 3.581,80 milhões de euros.