Mercados

Início Notícias Mercados

China domina lã australiana

Os incêndios, o Covid-19 e o confinamento têm trazido desafios adicionais aos produtores de lã australianos, refletindo-se numa quebra da procura, dominada essencialmente pela China, e dos preços da fibra. A AWI, contudo, acredita que a sustentabilidade da lã lhe garante um futuro risonho a longo prazo.

Preços do algodão sobem em todo o mundo

Os preços de referência internacionais do algodão aumentaram no último mês, com o maior incremento a registar-se na China, mas também na Índia e no Paquistão. As previsões anteveem ainda uma menor produção e utilização pelas fiações e um incremento do comércio mundial.

Visons na linha de mira

A lista de países a reportar casos de SARS-CoV-2 em quintas de criação de visons junto da Organização Mundial de Saúde Animal, que inclui já a Dinamarca, Países Baixos, Espanha, Suécia, Itália e EUA, soma agora a Grécia, quinta maior fornecedora de visons na Europa, juntamente com a Lituânia.

Euratex cria centros de reciclagem na Europa

A confederação europeia de têxteis e vestuário anunciou a iniciativa conjunta ReHubs que tem como objetivo criar cinco centros de processamento de resíduos têxteis a nível europeu. Bélgica, Finlândia, Alemanha, Itália e Espanha afiguram-se como os candidatos prováveis à sua instalação.

Aumento das compras online fomenta contrafação

A associação americana de vestuário e calçado revela-se inquieta com o volume crescente de contrafações que entram nos EUA à medida que aumenta o número de americanos que recorre às plataformas de comércio eletrónico, na sequência da pandemia de Covid-19.

UE taxa importações americanas

Ainda no seguimento da disputa relacionada com os subsídios americanos à Boeing, a UE está a impor as taxas retaliatórias aprovadas pela OMC sobre importações dos EUA avaliadas em 4 mil milhões de dólares, incluindo algodão. Um anúncio que já motivou a crítica de associações europeias, incluindo a Euratex.

Moda e retalho dos EUA apoiam nova administração

As associações do vestuário, calçado, moda e retalho dos EUA congratularam pela eleição do novo presidente, Joe Biden, e da nova vice-presidente, Kamala Harris, e comprometeram-se a trabalhar com a nova administração para fortalecer a economia do país.

ITV perde 500 milhões de euros

Os números revelados hoje pelo INE mostram uma queda de 500 milhões de euros, equivalente a 12,7%, nas exportações de têxteis e vestuário entre janeiro e setembro, resultante sobretudo das perdas nos envios de vestuário. Em termos mensais, os dados apontam para um novo regresso ao vermelho em setembro.

ITV marroquina acerta agulhas

Apesar de ter sido bastante afetada pela pandemia, a indústria têxtil e vestuário de Marrocos acredita que poderá beneficiar da procura por uma produção de proximidade por parte de marcas e retalhistas, numa altura em que luta para se adaptar e diversificar os mercados de destino fora da Europa.

Portugal com ofensiva no Oriente

Oito empresas nacionais, incluindo a Cordex, a Lameirinho e a Somelos, vão participar, através de uma plataforma digital, na China International Import Expo (CIIE). O certame, que se realiza de 5 a 10 de novembro, gerou na última edição, e num período de um ano, um volume de negócios de cerca de 60 mil milhões de euros.