Mercados

Início Notícias Mercados

Myanmar quer vestir o mundo

A indústria de vestuário do Myanmar atravessa um momento de especial crescimento e transformação, como revelado pelo estudo da Associação de Fabricantes de Vestuário local, que pretende dar a conhecer este sector aos retalhistas, marcas e importadores, incentivando-os a investir no país.

Mercado de oportunidades

Dentro dos países que compõem a região da América Latina, o destaque enquanto mercados de destino vai para as quatro principais economias, nomeadamente: Argentina, Brasil, Colômbia e México, que englobam, no seu conjunto, uma proporção de 67% da população da região.

Pequenos luxos – Parte 2

Como forma de reafirmação social, os pais não hesitam em desembolsar somas exorbitantes por grandes luxos para a sua pequena prole, sejam eles bens...

ITV em expansão

Situada num ponto estratégico da rota comercial entre a Ásia e África, a República das Maurícias têm vindo a afirmar a sua posição como fornecedor de têxteis e vestuário para todo o mundo, apoiando-se numa indústria flexível, moderna e capaz de aproveitar os benefícios dos diferentes acordos de comércio livre.

Pequenos luxos – Parte 1

Produtos extravagantes, como berços no valor de 16 milhões de dólares, e ofertas de serviços indulgentes, como os mais recentes spas para bebés e...

Retalho em segurança?

Alguns membros das forças nacionais americanas e canadianas tinham já contestado a credibilidade da ameaça feita através de um vídeo atribuído ao grupo Al...

Ordem para crescer

A segunda política têxtil do Paquistão pretende duplicar as exportações de têxteis e vestuário do país para 26 mil milhões de dólares (cerca de...

Consumo com consciência

A sustentabilidade de recursos, aliada à produção de bens de consumo, é um conceito cada vez mais presente e promete moldar os padrões de consumo dos chineses. As consequências negativas da crescente industrialização do país despoletam ações de prevenção, que têm na sua génese questões ambientais.

Mercado do luxo em retração

Em 2014, o sector dos artigos de topo de gama encolheu na China. Segundo um novo estudo da Bain & Company, o declínio – o primeiro que foi detetado – é atribuído à campanha chinesa de combate à corrupção, ao abrandamento do crescimento económico e à evolução dos gostos dos consumidores do país.

Hilfiger lança showroom digital

A Tommy Hilfiger lançou em janeiro um showroom de vendas digitais na sua sede global em Amsterdão, que a marca de moda reivindica irá «revolucionar» a experiência de vendas para os retalhistas, oferecendo-lhes «uma abordagem de compra mais envolvente e integrada».

Mais vistas