A semana de moda de Milão regressa no dia 22 de setembro, com a sua primeira edição desde o confinamento, na sequência da pandemia de Covid-19. O evento dedicado às coleções primavera/verão 2021 vai contar com um terço dos 64 desfiles realizado ao vivo.
A estratégia digital da Impetus, a evolução do Overcube e as ações para a fileira da moda da Platforme estarão em destaque na conferência “Transição Digital na Indústria da Moda”, que se realiza amanhã, 17 de setembro, num evento onde as associações do vestuário, calçado e joalharia vão ainda revelar os seus projetos neste domínio.
A casa italiana, pertencente ao grupo LVMH, nomeou o britânico Kim Jones como diretor criativo para a moda feminina, uma função anteriormente despenhada por Karl Lagerfeld. Jones acumulará o novo cargo com a direção criativa da Dior Homme.
De 7 a 11 de outubro realiza-se a próxima edição da ModaLisboa, que terá lugar nos Jardins do Parque Eduardo VII na capital. O evento está de regresso com uma «transformação necessária», que acompanha estes tempos de pandemia e junta o físico ao digital.
Os esforços da indústria de moda para travar o aumento da temperatura média a 1,5 ºC no combate ao aquecimento global não estão a ser suficientes para mitigar em 50 % as mudanças climáticas, revela um novo estudo da Global Fashion Agenda e da Mckinsey.
De acordo com um novo estudo que está a incitar a indústria de moda a tomar medidas face às alterações climáticas como uma parte fundamental na estratégia de recuperação da pandemia, as cadeias de aprovisionamento do sector devem ser menos dependentes do carvão e também de outros combustíveis fosseis.
Algumas das maiores marcas de moda estão a começar a apostar na inovação para nutrir a natureza. Ajudar os criadores de cabras da Mongólia a produzir caxemira de forma mais eficiente e contar insetos em “parcelas de biodiversidade” plantadas em quintas são alguns exemplos.
Ainda que a próxima edição da feira de moda russa só esteja de regresso em 2021, a Messe Duesseldorf Moscow OOO oferece um modelo alternativo que terá a duração de cinco dias e conta já com a participação de 180 marcas.
Elie Saab, Zuhair Murad e Rabih Kayrouz, cujas empresas foram afetadas pela explosão no porto de Beirute, entre muitos outros edifícios que ruíram como um baralho de cartas, reerguem literalmente dos escombros a moda libanesa, reputada nas principais passerelles internacionais.
A dupla holandesa, que trabalha para algumas das maiores marcas e revistas mundiais, faz parte do júri da próxima edição do festival português de filmes de moda, que nesta 7.ª edição assume como tema Humanity’s New Breath. As inscrições decorrem até 13 de setembro e abrangem novas categorias.

Mais vistas