Produzida em Portugal, Itália e França, a nova coleção de Karnit Aharoni bebe todavia inspiração nas diferentes culturas que a designer francesa experienciou no seu périplo pelos quatro cantos do mundo. A intemporalidade faz parte do ADN da moda de autor que cria, assim como a responsabilidade ambiental.
O designer de moda foi convidado pela Tashi para desenvolver uma linha de joias e inspirou-se na mãe para criar um anel e uns brincos que conjugam a identidade da marca de joalharia com a sua visão, incluindo as cores da sua coleção para o outono-inverno 2020/2021. O resultado é para ser usado por mulheres fortes.
O Modatex produziu 90 máscaras para apoiar os utentes do Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira, mas o caminho solidário alargou-se também aos animais com a confeção de 53 cobertores destinados a diferentes instituições de proteção animal.
As mulheres são uma parte inegável e também oculta da história que contribuiu para a indústria da moda. O Peabody Essex Museum organizou uma exposição que retrata as mulheres influentes do sector, muitas das quais deixaram marcas profundas, das quais nunca antes ouvimos falar.
Mais do que apenas reindustrializar a Europa, é fundamental que o Velho Continente privilegie os produtos feitos internamente, acreditam os empresários da indústria da moda que marcaram presença na conferência Fábrica 2030. Marcas, SPG e financiamento a médio e longo prazo foram outros dos temas abordados.
As duas empresas estão envolvidas no projeto B-SEArcular, que junta ainda a Seaqual Initiative, a Epson, a Lisbon School of Design e a INEDIT Design. O objetivo é criar um modelo de produção circular, que começa com a recolha do plástico no mar e termina com a reciclagem do vestuário, num processo que valoriza o design.
A edição de 2020 do Concurso Europeu de Inovação Social, criado em memória do português Diogo Vasconcelos, foi dedicada à moda sustentável e premiou três projetos, abarcando desde as questões da reciclagem ao consumo e à proteção legal dos designers e artesãos.
O príncipe Carlos associou-se à plataforma de comércio eletrónico para lançar uma coleção-cápsula de vestuário que combina o luxo com as melhores práticas ecológicas. A linha contempla tecidos de caxemira e lã, produzidos por uma empresa escocesa vertical com 223 anos, e seda orgânica italiana.
Düsseldorf volta a reunir, no primeiro mês do ano, o vestuário, o calçado e os acessórios no mesmo espaço. Mesmo em tempos de pandemia, mas garantindo toda a proteção e segurança, como em setembro último, a Gallery prossegue com os preparativos, reforçando assim a importância da feira física.
25 designers de moda enviaram um manifesto a diversas instituições, incluindo ao Presidente da República, a pedir uma Ordem dos Designers. “Uma voz”, como foi batizado o manifesto, pretende obter o reconhecimento destes profissionais enquanto «agentes ativos do desenvolvimento e representação da identidade nacional»