São millennials e Z’s, membros das gerações de consumidores que, entre os ecrãs e as experiências, estão a redefinir as estratégias/produtos das marcas e a dinâmica do consumo. Têm, também, marcas próprias e, melhor do que ninguém, sabem como conquistar os seus pares.
Numa viagem entre Guimarães e Lisboa, com paragem em Castelo Branco, podem conhecer-se não só as salas de aula das escolas de moda nacionais, mas também as pontes que as ligam à indústria têxtil. De longa data ou ainda a dar os primeiros passos, o diálogo entre a escola e a fábrica tem dado frutos.
Na sua 41.ª edição, o Portugal Fashion mostrou-se apostado em contribuir para a retoma do mercado interno com passerelles cada vez mais próximas dos guarda-roupas do consumidor, parcerias estratégicas entre designers e indústria e novos pontos de venda de alguns dos nomes fortes do calendário de desfiles.
O maior grupo de retalho de moda continua sem dar sinais de abrandamento e, além do aumento das vendas no geral, tem aproveitado o comércio eletrónico para crescer. Os números mais recentes dão conta de um incremento do negócio online da Inditex superior a 35% no último ano fiscal.
Afinal, o ano letivo não arrancou a 19 de setembro, mas ontem, na passerelle do projeto Bloom do Portugal Fashion. Seis escolas e oito designers emergentes tiveram um primeiro dia de aulas diferente, que os convidou a uma viagem de elétrico.
A tão aguardada plataforma de comércio eletrónico lança “Deep” no ciberespaço. Depois de ter levantado um Globo de Ouro, desvendado o seu homem em Paris e antecipado a próxima estação quente na ModaLisboa, Luís Carvalho anunciou hoje a grande novidade para o outono-inverno, com o lançamento da loja online da marca epónima.
Depois de ter embarcado nos voos internacionais com destino a Londres, Paris, Milão e Nova Iorque, o Portugal Fashion fez o check-in à ponte aérea num regresso a casa que, ainda assim, inclui novos destinos. A abertura de passerelle foi em Lisboa, no sábado, mas o encerramento acontece no Porto.
A “Luz” da ModaLisboa renovou-se com os primeiros passos dos 10 talentos emergentes da plataforma Sangue Novo, iluminando também o regresso a casa de Aleksandar Protic e Nair Xavier e as novas viagens de Ricardo Preto, Dino Alves e Filipe Faísca.
Em tempos marcados pelo mantra “América primeiro” e pelo Brexit, por uma nova onda feminista e pela ubiquidade da expressão agender, pela apropriação cultural e pela t-shirt como manifesto, a ModaLisboa desfilou política em mais uma edição das Fast Talks.
“Allegoria”, “Genes”, “Tinamar - Giving Colour to the World”, “Cloud Tryptic” e “My Ideal Brothers” são os melhores filmes de moda de 2017, entre os 100 filmes a concurso na IV edição do Fashion Film Festival. O único festival de filmes de moda em Portugal recebeu este ano candidaturas de 21 países.

Mais vistas