Festivais de marcas

Com as temperaturas a subir, sucedem-se os festivais de música que reúnem milhares de jovens num mesmo espaço para ouvir as suas bandas favoritas. O terreno ideal para que as marcas, incluindo as de moda, se aproximem e se liguem de forma mais profunda aos seus atuais e potenciais consumidores.
Adalberto e Crispim Abreu fecharam com chave de ouro o périplo pela indústria dos 33 jovens designers europeus que participaram no concurso Porto.ModaPortugal, sob a chancela do CENIT.
Cinquenta marcas e empresas de vestuário, calçado, joalharia e acessórios estarão envolvidas, na próxima semana, em iniciativas do CENIT – no âmbito da estratégia ModaPortugal – que em Londres, Florença e Paris vão mostrar a criatividade e o know-how com selo português.
Apesar dos desafios atuais do mercado russo, as empresas Custoitex, Paulo Quebra e João Manuel da Costa Flores estão nos próximos dias na feira russa CPM - Collection Première Moscow, cujas portas permanecem abertas até ao próximo dia 5 de setembro.
Arranca hoje a edição “Boundless” da ModaLisboa, que se estende até domingo, e traz consigo muitas novidades, a começar pela geografia. O CCB é o palco principal e recebe, já esta tarde, as Fast Talks. Na sexta-feira, a abertura da passerelle é entregue ao Sangue Novo e sábado e domingo ficam nas mãos de nomes como Filipe Faísca e Nuno Gama. À margem dos desfiles há ainda a Wonder Room e a estreia da iniciativa Global Fashion Exchange (GFX).
Numa altura em que o streetwear está a assumir um peso maior no guarda-roupa feminino, as direções do WGSN para a primavera-verão 2020 sublinham a importância dos básicos, a casualização do vestuário de trabalho e as mudanças de valores na China.

Maturidade no Bloom

Assumiu as rédeas de um primeiro desfile individual no espaço Bloom na última edição do Portugal Fashion, mas o ambiente já lhe era relativamente familiar – Sara Maia conquistou o primeiro prémio de jovem designer da plataforma em 2012. Depois disso, rumou para Londres e atracou nos portos de marcas como a Marques’Almeida, Aitor Throup e Maharishi.
Os dirigentes das reputadas startups não têm revelado uma apurada sensibilidade estética na forma como se vestem, mas as marcas de luxo querem mudar isso e escrever um novo capítulo da moda em Silicon Valley.
Leggings, t-shirts e jeans – o clássico uniforme americano está diferente. Os essenciais que caracterizavam um guarda-roupa de estética americana evoluíram ao longo dos anos, mas os motivos que conduziram a essas mudanças não desvirtuaram muitas das razões de outrora.
Com uma primeira coleção de fatos de banho, t-shirts e acessórios a condizer com as férias estivais que se avizinham, a Mingle & Co é, ao mesmo tempo, uma nova marca nacional de moda e uma plataforma de comércio eletrónico que reúne propostas de outras insígnias de vestuário, acessórios e artigos de lifestyle.

Mais vistas