A China será o mercado que irá crescer mais rapidamente no mundo da moda e o seu papel nas trocas comerciais deverá evoluir, segundo o relatório The State of Fashion 2018. O estudo prevê ainda que, em 2019, o crescimento global da indústria da moda desacelere.
Complementares mas distintas, as marcas do grupo Cães de Pedra estão a fazer percursos similares. Com o “made in Portugal” na etiqueta da maioria das peças, a Decenio prepara-se para dar o salto da internacionalização, trilhando um caminho que a Lion of Porches já sabe de cor, como ilustra a inauguração de mais uma loja no Luxemburgo.
Mais de 20 empresas lusas apresentam a partir de hoje as principais tendências para a primavera/verão 2016 na Momad Metrópolis. A 5ª edição do certame é celebrada em conjunto com as feiras Intergift, Bisutex e MadridJoya, tornando Madrid a capital da moda da Península Ibérica até 13 de setembro.
O ano novo chegou e trouxe consigo novos padrões que prometem moldar a indústria da moda. Sem diagnósticos reservados, as certezas que temos derivam entre a afirmação dos novos players asiáticos até à nova fase da globalização.
Da música pop à cozinha, dos filmes à tecnologia, a Coreia do Sul está a ganhar relevância no mercado mundial, com as suas marcas de moda a alimentarem o fenómeno da expansão e da promoção da cultura do país um pouco por todo o mundo.
As novidades somam-se na marca portuguesa Dielmar. A especialista em alfaiataria tem um novo diretor criativo, Rúben Damásio, e está a renovar o seu conceito de loja, que terá a sua estreia em Lisboa, num projeto concebido pela arquiteta Joana Rafael, a terceira geração desta empresa familiar de Alcains.
A indústria da moda da Nigéria está em transformação e posiciona-se, cada vez mais, como candidata destacada à liderança do sector da moda em África.
Nos últimos anos, a Farfetch transformou-se num polvo cujos tentáculos alcançam já 400 boutiques e mais de 100 marcas à volta do globo, mas, ao contrário da maioria das startups, a criação do empresário português José Neves não está à procura de secar tudo à sua volta, mas a tentar desbravar caminho.
Mariana Almeida, aluna da ESAD, saiu de Frankfurt com dois prémios do Innovative Apparel Show na Techtextil: a jovem designer não só ficou com o segundo lugar no prémio do público como foi a grande vencedora do prémio único atribuído pelos leitores da TextilWirtschaft.com
Nativa digital, a marca de vestuário Golden Classy saiu diretamente de um blogue de moda para o guarda-roupa das mais fiéis seguidoras de tendências. Contudo, apesar do seu berço tecnológico, cada um dos artigos é trabalhado da forma mais artesanal possível – à mão – e cresce num ambiente familiar.

Mais vistas