Notícias

Início Notícias

Regresso às aulas

O período de regresso às aulas, como uma etapa definida no calendário dos retalhistas, parece tornar-se uma coisa do passado. As vendas estão, cada vez mais, dissiminadas ao longo do ano e a tendência de obtenção de receitas diretamente associadas à retoma do período escolar está em declínio.

Tumultos abalam ITV mexicana

Os retalhistas mexicanos perderam mais de 65 milhões de euros com os protestos e pilhagens que na semana passada bloquearam as principais autoestradas e causaram atrasos nos envios de vestuário dos cinco principais centros de produção em Torreon, Chihuahua, Aguas Calientes, Estado do México e Puebla.

Os desafios do sourcing

O envolvimento conjunto e a criação de políticas de base são essenciais à melhoria das condições de trabalho da indústria do vestuário e promoção de um melhor equilíbrio entre os benefícios económicos e sociais das cadeias de aprovisionamento globais.

Exportações suíças em alta

As exportações suíças aumentaram no decorrer do mês de março apesar da valorização da moeda nacional face ao euro, com as expedições rumo aos EUA, Médio Oriente e Ásia a compensarem a quebra de vendas assinalada no bloco da moeda única.

CPM quase esgotada

A extensão para a Body & Beach Fabrics e a aposta em Modest Fashion são algumas das novidades anunciadas para a próxima CPM. A feira de moda russa reabre portas de 25 a 28 de fevereiro de 2019, depois de uma edição em setembro que acolheu cerca de 750 expositores de 21.500 visitantes.

Investimento procura-se

O Haiti está a investir arduamente na renovação da legislação de comércio livre com os EUA e a reforçar o investimento na indústria têxtil e vestuário do país, eixo essencial da economia nacional.

Retalho em altos voos

Os aeroportos e as estações de comboio são os locais de eleição para um número cada vez maior de pontos de venda, servindo os viajantes que querem fazer compras em movimento e as marcas que possuem como alvo um público global.

Ceticismo na rede

Atualmente, os consumidores do sexo feminino são cada vez mais cautelosos face às grandes empresas e à utilização da imagem de celebridades.

Quanto vale a crise chinesa?

Nos últimos 30 anos, a China deixou de ser um simples ponto no radar das marcas de luxo, ocupando atualmente uma posição indiscutível no mercado de luxo mais importantes do mundo.

Homens atraem investimentos

O segmento masculino está, finalmente, a ser alvo de interesse por parte dos investidores. Marcas de venda direta ao consumidor e insígnias que apostam na personalização despertam mais atenções.

Mais vistas