Retalho

Início Notícias Retalho

Menos é mais no retalho online

Há uma nova geração de retalhistas que tem vindo a prosperar com a procura, por parte dos consumidores, de peças de vestuário de grande durabilidade – como resposta à fast fashion descartável.

Como surgiu a nova polémica da Zara?

O que terá motivado a medida desesperada dos trabalhadores turcos na cadeia de aprovisionamento da Zara, que decidiram deixar mensagens nas peças de roupa vendidas numa loja da retalhista em Istambul?

H&M e o salário (in)justo

A retalhista de moda sueca acaba de anunciar uma nova parceria de luxo, desta feita com a Moschino. Mas nem tudo são boas notícias, já que Clean Clothes Campaign aponta o dedo à H&M por esta ter feito «afirmações arrojadas» no seu mais recente relatório de sustentabilidade.

Retalho à medida

De acordo com os especialistas, o retalho americano tem um problema com a categoria de tamanhos grandes. Estes retalhistas têm vindo a relatar dificuldades nas vendas, à medida que os consumidores começam a gastar mais dinheiro em eletrónica e experiências, em vez de vestuário, mas não olham para o potencial do mercado como escape.

Os bilionários da fast fashion

Tecnologia e petróleo – quando se trata de encontrar grandes fortunas, é dentro destas duas indústrias que a procura começa. Mas o vestuário, sobretudo o barato, tem demonstrado ser o verdadeiro viveiro das famílias mais ricas do planeta.  

De lojas a showrooms

O retalho está em mudança e a sua mais recente metamorfose, de onde se destaca o exemplo da americana Bonobos, envolve a passagem a um espaço de showroom, com algumas empresas a apostarem na abertura de lojas sem stock.

As boas-novas da Zara

O lado verde – do dinheiro e da sustentabilidade – da Zara ganhou renovada força. A retalhista espanhola apresentou recentemente a nova coleção sustentável “Join Life”, e, entretanto, os resultados do primeiro semestre bateram as expectativas.

A distinção da Topshop

A cadeia britânica tem alargado o raio de atuação desde 1964, ano que marcou a sua estreia. Começou pelo vestuário feminino, apostou no masculino, investiu nos acessórios e, em 2010, aventurou-se no ramo da beleza. Com lojas físicas em 42 países e cerca de 100 códigos-postais no online, a Topshop é reputada pelas colaborações de peso – a mais recente é com a cantora Beyoncé – e pela experiência em loja. Agora, regressa a Portugal.

Zara: aqui há rato

A gigante do retalho tem um processo judicial em mãos depois de uma cliente ter encontrado um roedor morto no forro de um vestido. O insólito terá acontecido no estado norte-americano do Connecticut e Cailey Fiesel, a protagonista, está a processar a Zara por «perturbação emocional».

Inditex com lucro de gigante

A Inditex fechou 2016 com um lucro de 3,6 mil milhões de euros, representando uma subida de 10% face aos resultados de 2015. Resultados que têm um contributo português, já que o grupo espanhol de retalho compra anualmente cerca de 1.500 milhões de euros a fornecedores do nosso país.