Tendências

Início Notícias Tendências

Segurança é a chave para o regresso às lojas

Vai demorar algum tempo até que os compradores se sintam à vontade para voltarem às lojas físicas com o mesmo sentimento de segurança da pré-pandemia. Os novos estudos de consumo indicam que esta perspetiva será válida para os próximos três meses, mas há fatores que podem influenciar o processo.

Gucci oficializa sem género

A casa de moda italiana oficializou o conceito sem género com o lançamento da coleção MX, que agora passou a incorporar as categorias disponíveis no website da Gucci a par de outras secções como a de homem, senhora e criança.

Pandemia alimenta procura por sustentabilidade

Mais de metade dos responsáveis de sustentabilidade das marcas de têxtil e vestuário registaram um aumento na procura dos consumidores por práticas e produtos ambientalmente sustentáveis desde o início da pandemia de Covid-19. São várias as marcas que acreditam que, se não se adaptarem, vão perder clientes.

Gerações encontram-se no pós-pandemia

Apesar das diferenças de mentalidade, as gerações não têm dúvidas na predileção pelo comércio eletrónico. A Amazon lidera as preferências, ainda que a vontade de regressar à terapia das lojas físicas seja impossível de ignorar, de acordo com um novo estudo que mostra que os consumidores são mais parecidos do que diferentes.

Conjuntura exige mudanças nos inventários

A situação atual provocada pela emergência sanitária, que levou ao encerramento dos países, comprovou a necessidades das empresas fazerem alterações na gestão de inventário. A integração em todos os canais e a utilização de ferramentas automáticas e de otimização são essenciais, segundo a myPartner e a K3.

Economia do distanciamento social será novo normal

Uma economia com novos hábitos e regras, onde a redução do contacto social próximo é privilegiada, será a regra para os próximos tempos, numa nova realidade de consumo a que, segundo a EY, as empresas terão de se adaptar e aproveitar para estarem prontas para o renascimento.

Como vai ser o futuro pós-coronavírus

Os empresários da indústria da moda, nas suas diferentes vertentes, estão atualmente concentrados na gestão da crise em curso, mas, aponta a McKinsey, terão de mudar o seu foco para reinventar o negócio face às mudanças ao nível do consumo e do próprio aprovisionamento.

O que muda com o coronavírus

A pandemia do Covid-19 deverá impulsionar uma evolução nas crenças e atitudes dos consumidores. A mudança vai, segundo o WGSN, acelerar um conjunto de alterações estratégicas já previstas mas que, com os desenvolvimentos atuais, chegarão mais rapidamente.

20 tendências para 2020

Depois da chegada de 2020, as tendências do novo ano marcam o mundo da moda com influências da viragem da década. A caminho de um sector mais elegante e uniforme influenciado pelos anos 70, a transparência deixa de ser só um efeito visual e passa a aplicar-se também à sustentabilidade e às mensagens das passerelles.

Revenda impulsiona sector do luxo

As vendas dos artigos de luxo estão a ser alavancadas pela revenda. Os consumidores têm, assim, a oportunidade de se conectarem com as grandes marcas a preços mais baixos, o que pode ser o bilhete de entrada para uma estadia permanente no mercado em primeira mão.

Mais vistas