Tendências

Início Notícias Tendências

Dualidade inspira cores do inverno 2020/2021

Entre a natureza e o digital, as cores para o outono-inverno 2020/2021 conjugam dois mundos aparentemente contraditórios. Amarelos outonais e castanhos fazem parte das tendências apontadas pelo gabinete de tendências WGSN, juntamente com azuis fortes e verdes ousados, que transitam da primavera/verão 2020.

A era do streetwear

Até agora, o streetwear esteve circunscrito a um nicho de consumidores, na sua maioria jovens, em busca de autenticidade e de afirmação pessoal. No entanto, o código de vestuário da rua, marcado por sapatilhas e peças encapuzadas, depressa se assumiu como macrotendência que domina agora as passerelles de marcas como Givenchy, Vetements, Raf Simons e, mais recentemente, Louis Vuitton, que assinou uma parceria com um dos pesos-pesados do segmento, a Supreme.

Cuba contemporânea

A facilitação das transações comerciais e o alívio das restrições de circulação aproximam Cuba da modernização, fomentando um convívio inusitado entre o revivalismo do passado e o modernismo do presente.

Um mercado de oportunidades

O crescimento da moda infantil superou já o da moda feminina e masculina, de acordo com os dados mais recentes – uma informação séria para as marcas que, afinal, só querem entrar nas brincadeiras dos petizes.

Ténis-meia assaltam o mercado

Chamados assim pelo seu aspeto, que se assemelha a uma meia com uma sola em borracha, os ténis-meia, cuja parte de cima é em malha, estão a conquistar não só os fashionistas nas grandes capitais da moda, mas também todos os players do mercado, das referências do sportswear às marcas de luxo como a Balenciaga.

O que veste James Bond

A natureza clandestina do agente do MI6 de Ian Fleming não se equipara ao segredo que envolve a marca James Bond. Daniel Craig e as marcas de vestuário de luxo que o vestem na tela preenchem as páginas das revistas e blogs de moda, num momento em que a máquina de publicidade de “Spectre” acelera a toda a velocidade.

Interiores masculinos de luxo

De artigos privados a statement de moda, a roupa interior de homem conquistou um lugar de destaque no contexto deste segmento, superando a sua congénere feminina, num momento em que a estética e a funcionalidade se unem na criação de uma categoria crescente em popularidade e relevância.

Athleisure é tendência do ano

Recentemente coroado “tendência do ano” de 2016, o termo athleisure deu inclusivamente entrada no dicionário, sendo definido pelo Merriam-Webster como “vestuário casual desenhado para ser usado tanto para fazer exercício como para uso geral”.

O potencial do desporto

Mediante a ascendente tendência global de fitness e adoção de um estilo de vida saudável, a par da predileção generalizada pela categoria de athleisure, que converteu as sapatilhas e leggings em artigos omnipresentes nas mais diversas circunstâncias sociais, muitos questionam-se sobre por quanto mais tempo o crescimento vertiginoso do segmento se poderá prolongar.

Peso pesado na moda

O mercado de moda masculina e o segmento plus-size têm vindo a registar um forte crescimento nos últimos anos, mas, apesar da chegada de novos players, a oferta de vestuário trendy e com estilo a pensar nos homens maiores está ainda subdesenvolvida.

Mais vistas