Tendências

Início Notícias Tendências

Revivalismo, minimalismo e sustentabilidade

As direções do WGSN para o outono-inverno 2021/2022 dividem-se entre a inspiração do passado, a procura pela simplicidade atual e pela exigência de produtos que respeitem o futuro das gerações e do planeta.

Três linhas de evolução nas máscaras

As máscaras de proteção devem tornar-se no novo normal na Europa, tal como já o são na Ásia, devendo manter-se durante os próximos meses e, provavelmente, anos como peça obrigatória. Moda, performance e sustentabilidade parecem ser as três direções a seguir.

2022 debaixo de olho

Já a pensar a mais longo prazo, o gabinete de tendências WGSN aponta para o surgimento de três novas demografias de consumidores, moldados pela experiência da pandemia: Estabilizadores, Definidores e Novos Otimistas.

NYFW entre o conforto e a elegância

Nas escolhas dos tecidos para as coleções da primavera-verão 2021, os designers que participaram na Semana de Moda de Nova Iorque mostraram diversidade e, embora a tendência para o conforto tenha sido dominante, também revelaram o desejo de voltar às opções mais formais e elegantes.

Consumidores em mutação

A pandemia está a moldar as atitudes e comportamentos das pessoas, numa visão alterada pela própria geração, que irá definitivamente influenciar o consumo, pelo menos, no curto e médio prazo.

Transparência conquista consumidores

Um relatório recente da Lenzing revelou que a transparência é o fator chave para reconquistar a confiança dos consumidores bem como a desmistificação dos rótulos e etiquetas para que seja possível entender a mensagem, numa altura em que cada vez mais se dá importância às características dos produtos.

Segurança é a chave para o regresso às lojas

Vai demorar algum tempo até que os compradores se sintam à vontade para voltarem às lojas físicas com o mesmo sentimento de segurança da pré-pandemia. Os novos estudos de consumo indicam que esta perspetiva será válida para os próximos três meses, mas há fatores que podem influenciar o processo.

Gucci oficializa sem género

A casa de moda italiana oficializou o conceito sem género com o lançamento da coleção MX, que agora passou a incorporar as categorias disponíveis no website da Gucci a par de outras secções como a de homem, senhora e criança.

Pandemia alimenta procura por sustentabilidade

Mais de metade dos responsáveis de sustentabilidade das marcas de têxtil e vestuário registaram um aumento na procura dos consumidores por práticas e produtos ambientalmente sustentáveis desde o início da pandemia de Covid-19. São várias as marcas que acreditam que, se não se adaptarem, vão perder clientes.

Gerações encontram-se no pós-pandemia

Apesar das diferenças de mentalidade, as gerações não têm dúvidas na predileção pelo comércio eletrónico. A Amazon lidera as preferências, ainda que a vontade de regressar à terapia das lojas físicas seja impossível de ignorar, de acordo com um novo estudo que mostra que os consumidores são mais parecidos do que diferentes.