Têxtil-Lar

Início Notícias Têxtil-Lar

«O futuro passa por ser cada vez mais comercial e menos...

Em apenas quatro anos, a João & Feliciano conseguiu uma quota de exportação de 60%, com presença sobretudo na Europa e nos EUA. O CEO Feliciano Azevedo assume a ambição de chegar mais longe e continuar a conquistar quota no mercado externo, não só pela vertente industrial mas também pelo lado comercial.

Sampedro regressa à juventude

“Antiga por fora e nova por dentro” é o lema que acompanhou a Sampedro ao longo dos últimos quatro anos. Em 2020, a empresa de têxteis-lar fecha um investimento global de 15 milhões de euros, que a prepara para, no próximo ano, festejar o seu centésimo aniversário.

O que esperar de 2020

O ano de 2019 terminou com alguma incerteza, por entre mudanças no consumo e nuvens na economia. 2020, contudo, poderá trazer uma maior estabilidade, à medida que as marcas mas também as empresas produtoras, incluindo em Portugal, se ajustam a uma nova realidade.

Mundotêxtil luta contra o desperdício

A produtora de felpos procura aliar a sua dimensão à sustentabilidade, reduzindo a pegada ambiental. Este esforço, que tem vindo a impulsionar a atividade da Mundotêxtil, materializa-se, este ano, sob a forma de uma coleção fabricada a partir de restos de materiais.

Apertex de olho na África do Sul

Os quase 100 anos de atividade da produtora de têxteis-lar já a levaram a conhecer diversas partes do globo, desde os EUA e Brasil à China. O crescimento de 30% da faturação em 2019 incentiva a Apertex a continuar a explorar novos mercados, começando agora pela África do Sul.

B. Sousa Dias sorri ao futuro

Após dois anos relativamente estáveis, a produtora de têxteis-lar está pronta para crescer em 2020. O investimento em maquinaria e na automatização do processo produtivo, bem como a reforma de quadros a nível interno poderão estar na base de uma nova vaga de crescimento, que antecipa atingir os 15%.

O lado rebelde da Alda Têxteis

Seguir as tendências não é suficiente para a Alda Têxteis. Além das fibras naturais que se enquadram na recente onda de sustentabilidade transversal a toda a indústria, a produtora de têxteis-lar voltou à puberdade, com a marca «rebelde» Fat Pig, dirigida a um público mais jovem.

Piubelle investe para crescer

Depois de um investimento em maquinaria que duplicou a sua capacidade de produção, a Piubelle já está de pés bem assentes na terra. Agora o objetivo é voltar a crescer, aumentando o volume de negócios com os clientes atuais para 25 milhões de euros até ao final de 2020.

Monteiro Fabrics na linha do Norte

Com mais de 50 anos de atividade, a Monteiro Fabrics está atenta às mais recentes evoluções do mercado. Impulsionada por uma procura da parte dos países nórdicos, a empresa portuense prepara-se para investir em equipamentos que lhe permitam alargar a gama de produtos à base de água.

Luma Home, uma casa em construção

Foi com uma mão sobre a qualidade e outra sobre a diferenciação que a Lumatex lançou a marca de têxteis-lar Luma Home. Apesar de contar com poucos anos de atividade, o objetivo é ganhar visibilidade no futuro e representar entre 20% a 30% do volume de faturação da empresa nos próximos cinco anos.

Mais vistas