Têxtil

Início Notícias Têxtil

À porta de casa

São vários os desafios enfrentados pelas marcas e retalhistas de vestuário do Reino Unido na eminência da crescente tendência de aprovisionamento em território britânico, mas existem, também, diversas oportunidades, que poderão fazer deste regresso a casa uma trajetória recompensadora.

Entre a Índia e o Paquistão

A recompensa aguarda os empreendedores que arriscarem estabelecer pontes de união entre a Índia e o Paquistão. Porém, muitos questionam-se sobre se os interesses económicos comuns a ambas as nações poderão superar o passado turbulento da região.

TTIP levanta questões

Os grupos representantes de marcas e retalhistas de vestuário na UE e EUA identificaram várias questões relativas à etiquetagem e segurança dos produtos no âmbito do Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP), que foram abordadas na 11ª ronda de negociações na semana passada.

Camboja focado na produtividade

Os produtores de vestuário cambojanos querem renovar o foco na produtividade do sector, em antecipação do aumento previsto do salário mínimo, incitando, simultaneamente, os compradores a aumentarem os preços dos produtos originários do país.

Negócio da China

Dadas as vicissitudes da cadeia de aprovisionamento têxtil e vestuário mundial, a China adota uma nova estratégia que pretende combater o que os especialistas chineses descrevem como a nova normalidade.

ITV do Bangladesh sob ameaça

Diversificação do mercado, infraestruturas e mão de obra qualificada figuram entre os principais desafios enfrentados pela indústria de vestuário do Bangladesh, rumo à sua ambiciosa meta de exportação. Porém, no curto prazo, o país deverá dar resposta às questões de segurança, para assegurar a afluência de compradores estrangeiros.

Sri Lanka na rota do crescimento

A indústria de vestuário do Sri Lanka tem sedimentado a reputação de qualidade entre os compradores provenientes dos países desenvolvidos e um novo estudo sugere que existe ainda o potencial de capitalizar os pontos fortes do sector

O direito da roupa

As empresas portuguesas de vestuário estão a adotar diferentes modelos de negócio para aumentar a sua competitividade. Do lançamento de marcas próprias à incursão, pela primeira vez, no universo do private label, são muitas as fórmulas que estão a conduzir o sector ao sucesso.

O algodão não engana?

O governo da Índia será, uma vez mais, obrigado a comprar algodão diretamente aos produtores do país, pelo segundo ano consecutivo, na sequência de uma redução das importações chinesas, o seu principal mercado consumidor, contribuindo para a diminuição dos preços da fibra.

As melhores dicas de sourcing

Quando se trata de desenvolver ou adaptar a estratégia de produção de uma marca ou de um retalhista de vestuário, existem fatores-chave a ter em conta. A flexibilidade, comunicação e instituição de parcerias são essenciais, mas devem ser combinadas com qualidade, velocidade e conformidade.

Mais vistas