Têxtil

Início Notícias Têxtil

A moda vai nua

Despida de preconceitos, seja nas estações ou no género a quem se dirige, a moda está em plena revolução, antecipando novos modelos de negócio onde os consumidores e as redes sociais têm protagonismo. Uma evolução à qual nem os designers mais conceituados escapam.

Mulheres ao trabalho

A integração de mais mulheres no mercado de trabalho nos países do sul da Ásia pode trazer benefícios económicos e sociais à região, segundo o Banco Mundial, num percurso de desenvolvimento onde a indústria têxtil e vestuário deverá ter um papel central.

Evolução natural

Conhecido como uma das “fábricas” da fast fashion, o Vietname está a evoluir e a acrescentar valores como design e produção ética às suas etiquetas. Vários projetos, incluindo no vestuário e no calçado, estão a ganhar forma com o envolvimento de artesãos locais e a chegar aos mercados internacionais.

Nas rendas da Chanel

Desde que Kate Middleton se casou num vestido com rendas da produtora Sophie Hallette, este sector da indústria têxtil francesa tem vindo a desfrutar de particular popularidade.

Terramoto em Los Angeles

Para além dos filmes e das celebridades que a colocam no imaginário coletivo, Los Angeles é igualmente um dos mais importantes centros de produção de vestuário nos EUA. A concorrência internacional e o recente aumento do salário mínimo estão, contudo, a abalar a indústria na região.

Camboja soma exportações

O aumento do salário mínimo não beliscou as exportações de vestuário e calçado do Camboja em 2015, com o país a registar um crescimento no comércio externo de 7,6%, para 6,3 mil milhões de dólares. Os preços mantiveram-se em rota descendente, apesar da subida verificada nos envios para a UE.

Pizarro leva jovens aos EUA

Na primeira edição do Concurso Paulo Ribeiro by Pizarro, Inês Costa foi a grande vencedora, mas o concurso organizado pela empresa especialista no acabamento de denim conseguiu ainda duas outras vitórias: homenagear os seus trabalhadores e aproximar os designers da indústria.

Vestuário acelera em fevereiro

Nos primeiros dois meses do ano, as exportações portuguesas de vestuário aumentaram 7,2%, para um valor superior a 529 milhões de euros. No total, as exportações da indústria têxtil e vestuário cresceram 5,6%, atingindo os 839,2 milhões de euros.

Arteixo aqui tão perto

A assinatura do protocolo de geminação de Vila Nova de Famalicão com Arteixo aproxima a cidade que acolhe a sede do Grupo Inditex da região Norte de Portugal. Uma ligação que pode abrir uma nova via de negócios em Espanha para as empresas portuguesas.

Travão na exploração de refugiados

Numa altura em que os refugiados sírios continuam a chegar à Turquia, os postos de trabalho na indústria do vestuário mostram-se como uma fonte de rendimento capaz de travar a procura desesperada pela subsistência.

Mais vistas