Vestuário

Início Notícias Vestuário

Kid’s Playground

O vestuário de criança é um dos segmentos mais dinâmicos da indústria de moda portuguesa, com empresas e marcas empenhadas em expandir os seus mercados através da presença em certames internacionais. Dê a conhecer a sua feira profissional para este segmento no suplemento “Kid’s Playground” do Jornal Têxtil.

Hugo Boss replica fábrica 4.0

A unidade de produção do grupo alemão na Turquia está a tornar-se num modelo não só para a Hugo Boss mas também para outras empresas em todo o mundo, incluindo Portugal. Responsabilização dos funcionários, gamificação da formação, análise de dados e flexibilidade de fabricação são alguns dos conceitos-chave.

O que esperar de 2020

O ano de 2019 terminou com alguma incerteza, por entre mudanças no consumo e nuvens na economia. 2020, contudo, poderá trazer uma maior estabilidade, à medida que as marcas mas também as empresas produtoras, incluindo em Portugal, se ajustam a uma nova realidade.

O lado obscuro das políticas de transparência

Os mais recentes dados do Alliance for Corporate Transparency destacam a escassez de transparência generalizada ao nível da responsabilidade ambiental e social das empresas. Os dados, contudo, mostram que a indústria do vestuário tem vindo a melhorar a informação que disponibiliza, nomeadamente nos direitos humanos.

Givec vê «oportunidade» na Rússia

Criada em 1997, a Givec conquistou mercados na Europa e os EUA com as três marcas que detém. Agora, com olhos voltados para o mercado russo, a empresa abre portas à sustentabilidade com a linha Kalisson Eco.

Têxteis procuram nova vida

Apesar do crescente número de marcas que incorporam materiais reciclados nos seus produtos e do recente movimento para um consumo mais consciente, o desperdício têxtil pós-consumo continua a ter dificuldade em encontrar um mercado adequado à preservação do seu valor.

Confetil veste 100% reciclável

“Responsabilidade” é o segundo nome da Confetil, cuja prioridade é servir a comunidade e o meio ambiente com uma produção ética e em concordância com os princípios da sustentabilidade. Os produtos da empresa falam por si só, entre os quais está a grande novidade deste ano: um coordenado 100% reciclado e reciclável.

Olmac a um passo do Canadá

Anteriormente conhecida enquanto produtora de pijamas, a Olmac já veste o casaco para sair à rua. Depois de enveredar pela área do vestuário técnico, correu a Europa toda e instalou-se no mercado internacional, até chegar aos EUA. O próximo destino está à distância de um passo até ao Canadá.

O lado rebelde da Alda Têxteis

Seguir as tendências não é suficiente para a Alda Têxteis. Além das fibras naturais que se enquadram na recente onda de sustentabilidade transversal a toda a indústria, a produtora de têxteis-lar voltou à puberdade, com a marca «rebelde» Fat Pig, dirigida a um público mais jovem.

Green Circle promove Portugal sustentável

A iniciativa que junta as matérias-primas ecológicas das empresas portuguesas com o design de criadores nacionais começou em 2018 e já percorreu a Europa a mostrar Portugal como um produtor ambientalmente responsável. As paragens mais recentes foram na ISPO, em Munique, e na Première Vison, em Paris.

Mais vistas