Vestuário

Início Notícias Vestuário

A escalada dos têxteis na Índia

Até 2025, o mercado de têxteis e vestuário da Índia deverá crescer 14% ao ano e superar os 290 mil milhões de euros, graças às políticas governamentais de apoio, ao aumento da classe média e ao desenvolvimento do retalho organizado.

A nova aposta da Paula Borges

Os vestidos de noiva são a mais recente valência somada pela empresa de confeção Paula Borges, que está a aplicar as suas competências enquanto atelier industrial numa linha dedicada apenas a estes artigos de valor acrescentado.

Confeção em destaque na Première Vision

Um dos destaques da próxima edição da Première Vision Paris será o desenvolvimento de uma oferta de confeção (manufacturing) transversal. No Parc des Expositions de Paris Nord Villepinte, entre os dias 19 e 21 de setembro, a confeção portuguesa estará representada por 13 empresas e a Tunísia será o país convidado.

A metamorfose do vestuário de trabalho

O vestuário de trabalho já não se esgota no fato, nas blusas e nos saltos altos. Das sextas-feiras casuais à cultura das startups, muitos empregadores têm vindo a permitir um código de vestuário descontraído e que os funcionários tomem decisões de estilo em nome próprio.

Sustentabilidade em avanço

Ainda que frequentemente se associe a moda ecológica a designers emergentes ou a práticas e iniciativas recentes de retalhistas globais, marcas como a Eileen Fisher, Alternative Apparel ou John Hardy são amigas do meio ambiente praticamente desde a fundação e vestiram a camisola da sustentabilidade muito antes de ser moda.

Oportunidade de emprego – Naketano

A Naketano está à procura de um representante de vendas para Portugal. A marca de streetwear, sediada na Alemanha, aposta na qualidade e em designs intemporais para homem e senhora e procura um profissional dedicado, disciplinado e com capacidades acima da média para apresentar as coleções em feiras, showrooms e potenciais clientes.

Cherrypapaya: de mãe para pais

Sandra Barradas foi mãe de uma menina e, uns anos depois, fez nascer uma marca de vestuário infantil. Resumindo, é esta a origem da Cherrypapaya, que acompanha, aquém e além-fronteiras, as traquinices dos mais pequenos desde os 3 meses até aos 11 anos, num diálogo de mãe para pais promovido pelo algodão orgânico.

Calvelex continua na luta pela Jaeger

Os credores da Jaeger, liderados por César Araújo, administrador da Calvelex, continuam a contestação à insolvência da marca britânica de luxo. A recente reunião com os administradores de insolvência resultou na criação de um comité consultivo informal, para investigar os meandros do negócio.

Imigrantes fazem da América grande

Desde a sua campanha presidencial, Donald Trump defende medidas de combate à imigração. No entanto, a grande maioria dos trabalhadores da indústria de vestuário de Los Angeles – o maior centro de confeção nos EUA – é originário da América Central e do Sul.

Consumidores atentos às etiquetas

A grande maioria dos europeus não compraria, ou dificilmente compraria, vestuário sem etiqueta e são muitos os que seguem as instruções de conservações de têxteis espelhadas nas etiquetas, revela um novo estudo realizado pela Ginetex em parceria com a Ipsos.

Mais vistas