Vestuário

Início Notícias Vestuário

Portugal Fashion mais internacional

Num calendário que começa hoje e se estende por quatro dias, o Portugal Fashion regressa com novidades, desde a presença do francês Nicolas Lecourt Mansion à saída da Alfandega do Porto para outros locais no Porto. Entre designers emergentes e reputados, há ainda lugar para a indústria e para cinco marcas de criança.

Sustentabilidade move Peter Jo Kids

Fundada em 2017, a Peter Jo Kids é uma marca para crianças e bebés entre os 0 e 12 anos que quer ser conhecida como socialmente responsável, sustentável e por garantir produtos de alta qualidade feitos com matérias-primas naturais.

Caxemira é alvo da sustentabilidade

As indústrias do vestuário e do calçado contabilizam mais de 8% das emissões globais de gases com efeitos de estufa, concentradas principalmente durante a fase inicial da cadeia de abastecimento e transformação das matérias-primas, entre as quais está a caxemira, cuja suavidade esconde bem a sua pegada ambiental.

Consumidores disponíveis para pagar mais

Os consumidores americanos estão menos sensíveis a alterações de preços em todo o vestuário, seja de senhora, homem ou criança. Os retalhistas podem agora cobrar mais pelos produtos desta categoria, sem sentirem reflexos significativos no seu lucro.

Alpaca no segredo das exportações do Peru

Os produtores de vestuário peruanos estão a apostar na fibra de alpaca com o objetivo de aumentar as exportações. A estratégia passa por exportar mais produtos de valor acrescentado e menos matérias-primas.

Chic adapta-se às gerações jovens

A feira de moda que decorreu em Xangai, de 25 a 27 de setembro, abriu portas a 698 expositores e 718 marcas de 10 países. Mais de 58 mil visitantes garantiram a estabilidade do certame chinês deste outono comparativamente às edições precedentes.

Maroc in Mode em contagem decrescente

Mais de 120 expositores já confirmaram a presença na próxima edição da Maroc in Mode, que decorre a 17 e 18 de outubro, em Marraquexe. No circuito de Moulay Hassan, estarão também empresas portuguesas, incluindo a João & Feliciano, a João António Lima Malhas e a Teamstone.

R. Lobo cresce com clientes

Crescer no segmento médio/alto e diversificar a base de clientes são os objetivos da produtora de vestuário, que tem estado empenhada em oferecer não só a confeção mas também design e inovação a quem a procura.

Cluster têxtil dá passos no crescimento

O Cluster Têxtil - Tecnologia e Moda, que em setembro assinou com o Governo o Pacto Sectorial para a Competitividade e Internacionalização, conta atualmente com 50 membros, mas este número deverá crescer em breve, numa altura em que procura encontrar instrumentos para concretizar as suas ações estratégicas.

Unifardas estreia-se na A+A

A produtora de vestuário profissional estará pela primeira vez na feira internacional de segurança, saúde e proteção no trabalho, em Düsseldorf, para cumprir a estratégia de conquistar o mercado internacional e atingir 40% de quota de exportação. Entre as novidades, a Unifardas está a destacar uma coleção própria.

Mais vistas