Vestuário

Início Notícias Vestuário

Diferenciar pela sustentabilidade

A sustentabilidade está na ordem do dia e cada vez mais se integra na identidade ética das empresas e/ou marcas. Foi com este tema que o CENIT decidiu encerrar o ciclo de conferências do Futures.ModaPortugal, convidando Braz Costa do CITEVE e Ana Silva Tavares da Tintex Textiles para conduzirem o debate.

Metamorfose na Malhas Ribeiro

A pensar num serviço de qualidade máxima e numa perspetiva mais voltada para o cliente, a produtora de malhas fully fashion está a implementar várias mudanças. A inclusão de um departamento de research & design, restruturar a organização e inovar a imagem são os planos futuros das Malhas Ribeiro.

Comércio da ITV entre a Ásia e a UE

Apesar do declínio da quota de mercado da China nas exportações de vestuário, nenhum país emergiu como o próximo grande destino de sourcing, embora vários mercados asiáticos estejam a crescer. O Império do Meio está ainda a afirmar-se nas exportações de têxteis, onde é seguido à distância pela UE.

Temasa abre as portas ao exterior

Com mais de 30 anos experiência, a única fábrica têxtil do grupo Sonae começou há pouco mais de um ano e meio a apostar na internacionalização. Depois de conquistar o mercado espanhol, italiano e inglês, a mira da Temasa está agora apontada para o outro lado do oceano.

As oportunidades do mercado japonês

O Japão não é apenas um dos maiores mercados mundiais de vestuário – é também um dos maiores importadores, o que abre novas oportunidades para os retalhistas ocidentais de moda, mas também para os produtores, tendo em conta que as marcas locais lideram as preferências.

Homem adota elegância virtual

Das viagens virtuais ao minimalismo elegante, são vários os conceitos que irão ditar o que os homens vão vestir na primavera-verão 2021. A influência do streetwear, a ousadia nos tecidos e a sustentabilidade das malhas são, segundo o gabinete de tendências WGSN, algumas das direções a ter em conta.

«Precisamos de ambientes mais amigáveis ao desenvolvimento da indústria»

Com a incerteza a afetar as exportações, César Araújo, presidente da direção da ANIVEC, analisa a situação da indústria do vestuário, as condicionantes que estão a afetar a progressão dos negócios e as ações tomadas pela associação a que preside para ajudar as empresas a navegar por águas mais agitadas.

Portugal Fashion mais internacional

Num calendário que começa hoje e se estende por quatro dias, o Portugal Fashion regressa com novidades, desde a presença do francês Nicolas Lecourt Mansion à saída da Alfandega do Porto para outros locais no Porto. Entre designers emergentes e reputados, há ainda lugar para a indústria e para cinco marcas de criança.

Sustentabilidade move Peter Jo Kids

Fundada em 2017, a Peter Jo Kids é uma marca para crianças e bebés entre os 0 e 12 anos que quer ser conhecida como socialmente responsável, sustentável e por garantir produtos de alta qualidade feitos com matérias-primas naturais.

Caxemira é alvo da sustentabilidade

As indústrias do vestuário e do calçado contabilizam mais de 8% das emissões globais de gases com efeitos de estufa, concentradas principalmente durante a fase inicial da cadeia de abastecimento e transformação das matérias-primas, entre as quais está a caxemira, cuja suavidade esconde bem a sua pegada ambiental.

Mais vistas