Vestuário

Início Notícias Vestuário

Nike mantém rumo – Parte 2

A empresa norte-americana tem feito um esforço consciente de investimento na melhoria da sua cadeia de aprovisionamento, adotando medidas que permitam agilizar os processos e alcançar um desempenho mais eficiente.

Nike mantém rumo – Parte 1

O gigante do equipamento desportivo vai continuar a investir os seus principais recursos na cadeia de aprovisionamento, garantindo uma maior rapidez no acesso dos produtos ao mercado, e reforçará a inovação, tentando assim manter-se na vanguarda do sector.

Desporto ganha inteligência

A incorporação de sensores e ferramentas biométricas em peças desportivas é uma tendência crescente, que permite a constante aferição da performance dos atletas. Num momento em que ameaça estender-se ao mercado de massas, a indústria enfrenta os desafios inerentes à manutenção destas peças pelo consumidor comum.

Reinvenção em 5 passos – Parte 2

Apesar de ambas as indústrias, vestuário e tecnologia, lidarem com prazos de entrega muito extensos, atravessando várias fases de teste de protótipos até à obtenção do produto final e ocultando os processos do público até ao momento do lançamento, as empresas tecnológicas superam pelos resultados obtidos.

Reinvenção em 5 passos – Parte 1

As marcas e retalhistas de moda deparam-se com a necessidade de adotar mudanças radicais nas estratégias de dimensionamento do vestuário para que possam reforçar a sua competitividade num ambiente em constante mudança.

Corrida no retalho – Parte 2

A competitividade do sector tem aumentado e o espaço é cada vez mais disputado por uma maior variedade de marcas, que procuram alcançar um lugar estável no segmento do retalho britânico de vestuário, superando-se entre si nas propostas de valor apresentadas.

Adidas em jogada positiva

A marca alemã de equipamento desportivo espera um crescimento robusto das vendas e lucros em 2015, num momento em que, simultaneamente, a confiança dos consumidores aumentou globalmente e aposta no investimento em solo americano.

Inditex abranda investimento

O grupo espanhol, detentor da marca Zara, pondera refrear o investimento em 2015 depois de uma recuperação dos seus principais mercados europeus, a par de uma expansão dos espaços comerciais e plataformas digitais da marca.

Corrida no retalho – Parte 1

Os analistas da Bernstein Research dedicaram-se à observação dos hábitos do sector do retalho de vestuário britânico e dos seus consumidores durante os últimos 12 meses, focando-se na atividade de dois dos seus principais intervenientes, os gigantes Primark e H&M.

Desafio à inovação

O gigante do retalho americano Gap Inc. deverá adotar uma atitude inovadora como forma de reverter a tendência negativa que tem vindo a registar, mas deverá procurar um equilíbrio que não aliene os consumidores leais, afirmam os analistas.

Mais vistas