Início Arquivo

Cenatex namora Portugal

No reconhecido Concurso Nacional de Criadores de Moda de Vila Verde – "Namorar Portugal" – promovido pela Câmara Municipal, da mesma cidade, em parceria com a Cooperativa Aliança Artesanal, Associação Comercial de Braga, a Proviver e a UAC do Alto Cávado, foram apresentados cerca de 80 projectos pelas escolas de moda portuguesas e ainda projectos individuais de jovens designers, subordinados ao tema “Lenços de Namorados – Escrita de Amor”. Tratou-se de mais uma tentativa de aproximar o conceito e a simbologia dos “lenços de namorados” à moda contemporânea. Uma noite de consagração para Juliana Fernandes, da Escola Tecnológica, Artística e Profissional do Pombal, vencedora do VI Concurso Nacional de Criadores de Moda ao arrecadar um prémio no valor de 800 euros, oferecido pela Câmara Municipal de Vila Verde. O 2º prémio foi atribuído a Inês Costa, uma jovem estudante da Escola de Moda do Porto, que participou com uma peça a título individual e que recebeu um prémio pecuniário de 400 euros. Já, a jovem Daniela Martins, da Escola de Moda Cenatex/Guimarães, obteve o 3º prémio, no valor de 250 euros, por parte da Associação Comercial de Braga. A aluna associou o espírito dos anos 20 reconhecidos pela emancipação da mulher aos bordados, demonstrando que também as mulheres artesãs e os ofícios tradicionais devem ser valorizados. Ainda do Cenatex, a jovem Tânia Magalhães recebeu o Prémio ‘Jovem Revelação’, no valor de 200 euros, entregue pelo Instituto Português da Juventude, cuja criação consistiu na adequação dos bordados ao segmento de mercado de malhas tricotadas, tornando assim mais lata a aplicação desta tradição. Num ambiente de encantamento, todas as apresentações foram passadas por manequins profissionais, onde pontuavam nomes como Diana Chaves, Isabel Figueira, Fiona, Telma Santos, Sofia Baessa, Erica Oliveira, entre outras. Na extensa passerelle, deram ainda mais força ao evento as danças de salão, com destaque para os profissionais Bárbara Ribeiro e Andrej Rebula, da Sociedade Filarmónica Alunos de Apolo/Lisboa. Juntou-se ainda a actuação dos alunos da Academia de Dança de Vila Verde. Em termos de animação, os Fingertips foram a cereja em cima do bolo desta que foi a maior edição de sempre do Namorar Portugal, com novo formato, destacando-se os 1800 metros quadrados de área útil e uma logística de grande envergadura. «O evento vai continuar a crescer porque a qualidade e o empenho dos jovens criadores sentem-se e vêem-se», concluiu com orgulho Rui Silva, Presidente da Câmara de Vila Verde, acrescentando ainda que «o número de pessoas que assistiu ao espectáculo foi superior e a qualidade tem também vindo a aumentar. O evento terá um limite, mas ainda está muito longe de ser atingido».