Início Destaques

Chargeurs lança isolamentos com lã rastreável

No âmbito do seu compromisso para criar produtos inovadores com materiais sustentáveis, a Chargeurs*PCC está a lançar dois isolamentos com a lã rastreável Nativa, uma fibra da empresa “irmã” Chargeurs Luxury Materials. Um destes produtos foi selecionado para o ISPO Textrends.

[©Chargeurs]

Os isolamentos são produzidos com uma mistura com a lã Nativa, que é completamente rastreável e apresenta credenciais sustentáveis, e permitem manter a espessura, controlar odores, proporcionar termorregulação natural e possuir resistência à humidade. A Chargeurs*PCC criou duas opções: uma mistura com 85% lã Nativa e 15% PLA (ácido poliláctico), que é fabricado a partir da dextrose extraída de materiais de fontes renováveis e tem melhores propriedades de degradabilidade, e outra com 80% lã Nativa e 20% poliéster reciclado, certificado GRS-Global Recycle Standard para rastreabilidade.

«Ao usar as fibras de lã Nativa no enchimento da Chargeurs*PCC, criámos novas possibilidades para uma performance, conforto, calor e toque supremos», afirma Gianluca Tanzi, CEO da divisão têxtil do grupo Chargeurs, que inclui a Chargeurs Luxury Materials e a Chargeurs*PCC Fashion Technologies, à qual reporta a filial ibérica sediada na Maia e dirigida por António Martins. «Ao trabalhar em conjunto com a Chargeurs Luxury Materials, temos sido capazes de criar produtos únicos que combinam as melhores propriedades da lã com fibras sustentáveis para performance e conforto», explica.

Gianluca Tanzi [©Gianluca Tanzi LinkedIn]
A fibra Nativa foi lançada pela Chargeurs Luxury Materials e, além de seguir os critérios da Responsible Wool Standard da Textile Exchange, as quintas que fornecem a Nativa obedecem igualmente a um protocolo secundário próprio que inclui quatro pilares relacionados com o bem-estar animal, gestão do solo, responsabilidade social e rastreabilidade através de tecnologia blockchain.

«A Nativa lidera em termos de responsabilidade social, animal e ambiental», destaca Gianluca Tanzi. «Estamos muito orgulhosos por agora incorporarmos a lã Nativa nos nossos produtos para os clientes da Chargeurs*PCC. Ao usar a Nativa, as melhores marcas do mundo podem demonstrar o seu forte compromisso para com a transparência, sustentabilidade e responsabilidade e provar o seu respeito pelos novos padrões exigidos pelos consumidores», resume o CEO da divisão têxtil do grupo Chargeurs.

Top 10 da ISPO Textrends

Um destes isolamentos agora apresentados consta ainda entre os três produtos da Chargeurs*PCC que estão no Top 10 do fórum de tendências ISPO Textrends para o outono-inverno 2023/2024, promovido pela feira de desporto ISPO, que este ano terá lugar em novembro.

Além da aposta na sustentabilidade, a Chargeurs*PCC tem igualmente investido na digitalização, tendo recentemente estabelecido uma parceria com a Custom Wrkshop para ser a fornecedora exclusiva de entretelas sustentáveis da plataforma de customização de vestuário, calçado e acessórios. A empresa tem também um acordo com a CLO Virtual Fashion, assumido em 2020, para possibilitar aos designers aceder a capacidades abrangentes de renderização em 3D e, dessa forma, reduzir a necessidade de produzir amostras físicas.

[©Chargeurs]
A Chargeurs*PCC e a Chargeurs Luxury Materials pertencem ao grupo francês Chargeurs, que emprega mais de 2.000 pessoas em 45 países, fornece clientes em mais de 90 países e tem como meta atingir um volume de negócios de 1,5 mil milhões de euros em 2025.