Início Notícias Marcas

Cherrypapaya de volta às origens

A marca de vestuário infantil, criada há cinco anos, propõe que as crianças regressem às origens e se liguem à natureza, na primavera-verão 2020. O tema estende-se ao próprio conceito da Cherrypapaya, que respeita o meio ambiente através da escolha de matérias-primas como o algodão orgânico.

Sandra Barradas

De portas abertas no Porto e entre a viagens internacionais, a Cherrypapaya não abdica da sua vertente ecológica, apostando em materiais orgânicos. Na coleção para a próxima estação quente, batizada “Reconnect With Nature”, o respeito pelo meio ambiente ultrapassa os materiais e incorpora a mensagem a transmitir aos mais novos. «É o voltar às origens e aproveitar a natureza, o ar livre… muito alinhado com toda a filosofia da Cherrypapaya», explica a fundadora da marca, Sandra Barradas. «É 100% algodão orgânico. Nesta coleção utilizámos quase exclusivamente algodão. Alguns materiais têm um bocadinho de elastano, para serem mais confortáveis, no caso das calças e das leggings, por exemplo. Só usamos poliéster numa estação de inverno do ano passado, mas era poliéster reciclado das garrafas de plástico», revela ao Portugal Têxtil.

A fundadora da insígnia assegura que a Cherrypapaya «não gosta de materiais sintéticos, por várias razões. A proteção do meio ambiente é a primeira, mas também o conforto. Estamos a falar de crianças, e nós temos um foco muito grande no conforto da nossa roupa enquanto material, e enquanto fit. Os fits também são adaptados às crianças, de forma a serem o mais confortáveis possíveis».

A procura por artigos sustentáveis «tem evoluído. Cada vez mais, as pessoas procuram e estão mais conscientes da importância do material orgânico», afirma Sandra Barradas. A procura não surge de um país em específico, pois trata-se de «uma consciência global em relação ao planeta. Acho que estamos todos muito mais informados sobre o que devemos fazer, para conseguirmos… já não digo voltar atrás, mas pelo menos não danificar tanto o meio ambiente», acredita.

EUA em crescimento

Atualmente, a Cherrypapaya chega a 10 países, como EUA, China, Suécia e Espanha. «Existem mercados que sentimos que estão a crescer, como os EUA. Sentimos que nos últimos tempos temos tido uma forte procura», admite a fundadora da marca. Além da loja própria no Porto, a Cherrypapaya está presente também numa loja pop up no Lx Factory, desde abril, onde deverá ficar pelo menos até agosto. «É uma forma de chegarmos a outros mercados, porque é um local com muitos turistas. Eu diria que 90%», conta. Além disso, a insígnia conta com presença digital através de loja própria e em plataformas como a Minty Square.

Com dois membros permanentes na equipa e, por ser uma marca «relativamente recente, temos crescido bastante», reconhece Sandra Barradas. «2018 foi melhor que 2017. Crescemos 25% em termos de vendas. Estes primeiros meses do ano mantivemos o crescimento. A perspetiva é sempre de crescimento porque ainda estamos numa fase de arranque da marca», conclui.