Início Notícias Moda

Chic com pontos de ligação

O salão de moda internacional realizou-se, pela primeira vez online, de 22 a 24 de abril, numa estreia «bem-sucedida» que ligou mais de 1.350 expositores e quase 158 mil visitantes. A inovação, o design criativo e os produtos de alta qualidade resumem o as preferências dos participantes.

Durante os três dias online, todos os canais de distribuição do comércio da China estiveram representados na plataforma, assim como 1.350 expositores que tiveram a oportunidade de participar em mais de 100 atividades da Chic.

Como consequência da disseminação do novo coronavírus, várias feiras foram canceladas e outras viram-se obrigadas a adotar novos formatos ou a desenvolver soluções para continuar a alimentar oportunidades de negócio. As plataformas digitais funcionam como resposta a esta problemática e, por isso, a Chic optou por disponibilizar uma data para que os decisores chineses do comércio de moda pudessem trocar ideias e reunir recursos. A iniciativa contou com 157.403 visitas.

«O início da Chic Online é um dia histórico para a Chic, que esteve online pela primeira vez depois de ter sido criada há 28 anos», afirma Chen Dapeng, presidente da Chic e da Associação Nacional da China de Vestuário.

Os expositores apresentaram as respetivas ofertas nas salas de conferências online Tencent Meeting e Ding Talk, onde houve troca de informações com base na experiência dos recursos da Chic. «A Chic online é uma abordagem positiva para a transformação digital da feira e. ao mesmo tempo, é um passo pragmático para conectar os recursos e canais de negócios», explica a Chic em comunicado.

De 22 a 24 de abril, a Chic Online abriu portas a toda a indústria de vestuário da China e a todos os participantes internacionais, livre de qualquer custo como uma medida de apoio da indústria de moda e lifestyle da China.

Comunicação em tempo real

A exibição online foi dividida em vários segmentos de modo a que as salas de conferências fossem claramente estruturadas de acordo com a oferta e a procura, como uma ponte direta para a comunicação em tempo real. Men, Women, Impulses (designers), Kidz, Winter (couro, pelos e blusões de penas), Chic Young Blood (streetwear), Tailoring, Accessories, Bags and Shoes, Fashion Journey (marcas internacionais) e Sourcing foram os segmentos categorizados na Chic Online.

O evento em formato digital contou com algumas das plataformas de comércio eletrónico mais conhecidas da China, como o Tmall, Jingdong, Vip Shop, NetEase Yeaton e até mesmo a Biyao Shop, inicialmente fundada como uma plataforma de venda direta de produtos de luxo dos fabricantes ao consumidor a preços mais acessíveis, que possui atualmente mais de 20 milhões de subscritores e 80 mil pedidos por dia.

Grandes armazéns como o Wangfujing Group, Weifang Department Store Group e LiQun Group recorreram à Chic Online para encontrar novas marcas, assim como várias lojas multimarcas, nomeadamente a Hanatebako Designer Brand Collection Stores da cidade chinesa Qingdao, cujo diretor Jiang Shixiang prevê que o futuro das lojas offline do mercado chinês resida na diversidade e variedade das categorias. O calçado e os acessórios foram considerados segmentos particularmente importantes para as lojas.

Os compradores internacionais também utilizaram a feira para procurar fabricantes, como foram exemplos as italianas Social Cloud Co, Dont Give Up Co e WhynotCo.

Foco de tendências

As coleções com forte design e produtos inovadores roubaram as atenções dos clientes. Uma das tendências fundamentais foi o aumento dos padrões de qualidade em qualquer uma das categorias de produto, até mesmo nos artigos básicos. As conclusões do certame online apontam para o facto do consumidor querer cada vez mais produtos de alta qualidade ao invés de preferir quantidade.

«A estreia da Chic Online recebeu uma resposta positiva de todos os participantes. Como uma parceira fidedigna, o objetivo da Chic é apoiar pragmaticamente a indústria e o retalho. Estamos convencidos que a indústria de moda chinesa está de volta», resume Chen Dapeng.

As próximas edições da Chic vão ter lugar em Shenzhen de 15 a 15 de julho de 2020 e em Xangai de 23 a 25 de setembro.