Início Arquivo

China esgota quota das calças de algodão para os EUA

De acordo com os dados divulgados pela câmara de comércio chinesa para a importação e exportação de têxteis, os produtores chineses de calças de algodão vão necessitar de parar as suas exportações com destino aos EUA.

Segundo os dados divulgados pelos responsáveis chineses, as licenças emitidas já atingiram 103% das quotas autorizadas pelos EUA para o ano 2005, resultado da limitação deliberada pelo processo de salvaguarda estabelecido pelas autoridades norte-americanas (ver notícia no Portugal Têxtil).

Para além dos artigos abrangidos pelas categorias OTEXA 347/348 (calças e calções de algodão), os dados estatísticos sugerem a existência de outras categorias que poderão ser alvo das restrições no acesso ao mercado norte-americano. No caso dos artigos abrangidos pelas categorias 338/339 (pólos, blusas e t-shirts de algodão) e pelas categorias 352/652 (roupa interior de algodão e de fibras artificiais), a utilização da quota no primeiro mês de aplicação dos novos limites registou valores de 97% e 84,7%, respectivamente.