Início Notícias Vestuário

Chuva de prémios no Porto

Be Simple, Becri, Belisotex, ISTO., Sonix e Valérius foram as seis galardoadas com os Prémios de Excelência Empresarial promovidos pelo CENIT, numa noite de gala que reconheceu também o talento do jovem designer Norman Mabire-Larguier no Concurso Europeu de Jovens Designers da iniciativa ModaPortugal.

A edição de 2022 dos Prémios de Excelência Empresarial, que reconhecem o trabalho desenvolvido em várias áreas pelas empresas do sector do vestuário, foram entregues à Be Simple pelo trabalho realizado ao nível da Indústria 4.0, enquanto a Becri foi reconhecida com o galardão relativo às exportações, a Belisotex venceu pelo maior aumento do volume de negócios, a ISTO. pelo percurso no comércio eletrónico, a Sonix pelos passos dados na sustentabilidade e a Valérius repetiu o prémio do ano passado pelo maior investimento.

«É importante realizarmos um evento como este para destacarmos as melhores práticas empresariais nacionais em áreas tão distintas como a sustentabilidade, a Indústria 4.0 e o e-commerce. Portugal tem uma indústria inovadora de excelência que merece ser distinguida publicamente numa cerimónia como esta», considera Luís Hall Figueiredo, presidente do CENIT.

Andreia Reimão venceu por Portugal

A gala, que teve lugar no Palácio da Bolsa, no Porto, no passado dia 15 de dezembro, contemplou ainda um desfile de moda com as criações dos 18 jovens designers provenientes de seis países no âmbito do Concurso Europeu de Jovens Designers, que na sua 8.ª edição coroou Norman Mabire-Larguier, da escola suíça Head Genève, que recebeu um prémio no valor de 2.500 euros.

Andreia Reimão
Norman Mabire-Larguier

O júri, presidido por Eduarda Abbondanza, presidente da Associação ModaLisboa e composto por representantes dos seis países a concurso, destacou ainda o trabalho de um designer por país. Por Portugal, a vencedora foi Andreia Reimão, que já em outubro tinha ganho o Concurso Bloom powered by Zeitreel, organizado pelo Portugal Fashion. Os outros vencedores por país foram Taneli Ukura (Finlândia), Zoé Gerolymos (França), Fengqin Yue (Itália), Agapornis (Suíça) e Dayoung Jan (Reino Unido).

Segundo Luís Hall Figueiredo, «a cada edição que passa temos mais e melhores propostas, cada vez mais completas e diferenciadas. O futuro do design de moda europeu está assegurado».