Início Destaques

Como otimizar o processamento na nuvem? A Lectra explica

A multinacional de origem francesa está a disponibilizar um guia em português, em formato eletrónico, onde explica as vantagens de fazer marcadas online. Mais uma iniciativa no âmbito do percurso que a Lectra está a fazer para trazer os seus clientes para a Indústria 4.0, que inclui também uma nova solução de corte para o calçado.

[©Lectra]

«O processamento de marcadas na nuvem está rapidamente a tornar-se na solução essencial para sobreviver ao novo normal», garante a Lectra no e-guide “Porque é que a colocação na nuvem é melhor para a indústria da moda”. O guia, cujo download é gratuito, explora as vantagens para as empresas de moda de usarem os softwares na nuvem, que englobam, entre outras, maiores níveis de eficiência, otimização de custos, acesso contínuo a atualizações de software, facilidade de colaboração, acesso gratuito a conteúdos de aprendizagem digital, gestão em tempo real e melhor visibilidade para as equipas de gestão.

«As grandes marcas e os fabricantes da indústria da moda decidiram adotar esta nova tecnologia para manter os níveis de qualidade e os respetivos custos sob controlo, respondendo, ao mesmo tempo, atempadamente às flutuações das exigências do mercado», aponta a Lectra.

Uma visão confirmada pela experiência de clientes como a Calzedonia. «Somos 17% mais rápidos na colocação dos nossos produtos no mercado. A automatização das etapas de nesting e de consumo de tecido na nossa fase de preparação de material reduziu o tempo necessário para criar marcadas em quase 80%. Como resultado, conseguimos reduzir os custos operacionais e redirecionar os nossos responsáveis pelas marcadas para atividades mais valiosas como otimizar o cálculo do consumo de plissados e folhos. Agora produzimos os nossos produtos em 10 dias quando antes demorávamos 12 dias», indica Riccardo Romani, diretor de produção da Calzedonia.

O guia revela ainda casos de utilização de sucesso, nomeadamente sobre a otimização da produção para aumentar a eficiência do tecido, o aperfeiçoamento dos processos de aprovisionamento para melhorar a poupança de material e a proteção das margens com custos e ofertas precisos para angariar mais contratos.

Calçado com nova solução

A Lectra destaca que a utilização de softwares na nuvem é «mais um passo rumo à Indústria 4.0» e é também nesse espírito que está a lançar a solução de corte VectorFootwear iP6, dedicada ao sector do calçado de desporto, que responde, segundo indica, «ao novo comportamento de compra dos consumidores com um processo de produção digital e que cumpre com o conceito de Indústria 4.0».

VectorFootwear iP6 [©Lectra]
A proposta destaca-se, contudo, ao nível da sustentabilidade, uma vez que, graças à sua precisão, permite eliminar os espaços intermédios e, dessa forma, minimizar o desperdício. Além disso, a VectorFootwear iP6 está preparada para cortar os têxteis tradicionalmente usados na indústria de calçado (incluindo redes e espumas), mas também versões mais sustentáveis dos mesmos, como aqueles que incorporam materiais reciclados.

«A Lectra está empenhada em ajudar as marcas de calçado de desporto a responderem a uma indústria em rápida mudança. Os nossos investimentos em investigação são essenciais para nos permitirem desenvolver soluções sofisticadas que respondem aos desafios dos nossos clientes, apoiam as suas iniciativas de melhoria contínua e os ajudam a melhorar a sua excelência operacional. Com a VectorFootwear iP6, damos aos clientes a tecnologia e o conhecimento que eles precisam para responder às exigências dos seus consumidores», sublinha Céline Choussy, diretora de produto na Lectra.