Início Destaques

Concreto abre loja online

A marca de vestuário lançou uma plataforma de comércio eletrónico, onde desvenda as novidades para a primavera-verão 2020. A criação de uma loja de fábrica e o lançamento de várias coleções cápsula estão também inseridos na estratégia de crescimento da Concreto.

A marca «cosmopolita, casual e prática» destina-se a mulheres que seguem tendências, mas que, mesmo assim, não se enquadram na expressão «fashion victim». Por consequência, a Concreto assume-se como uma marca «bastante confortável» que se completa com «matérias-primas mais nobres».

«Só trabalhamos com fios italianos, embora façamos tudo em Portugal. Optamos por matérias-primas em que a percentagem de composição de origem virgem venha sempre acima dos 60%», tinha já garantido Teresa Marques Pereira, CEO da Concreto, ao Portugal Têxtil, durante a Momad, em Madrid, no passado mês de fevereiro.

Com o objetivo de atingir novos mercados e clientes, a Concreto introduziu o modelo de e-commerce, que integra a estratégia de comunicação digital da marca. A marca de vestuário em malha acredita que o futuro passa, cada vez mais, pelas plataformas digitais, que são uma adaptação à realidade e uma forma de combater as dificuldades do retalho.

Teresa Marques Pereira

«O retalho está a sofrer brutalmente com situação de todas as vendas online. Não estávamos também presentes, mas vamos estar com a coleção de verão 2020, que estamos a entregar agora, de uma forma muito positiva, nossa, muito centrada no que queremos fazer na parte online, respeitando sim os nossos clientes, mas o mercado é um mercado global e temos que nos adaptar», explicou Teresa Marques Pereira.

«Já há muitos anos que estamos a debater-nos, até que chegamos a esta situação de dizer “peço imensa desculpa, mas temos que ir online”, vamos fazer esta estratégia, passo a passo, não de uma forma muito agressiva, respeitando as marcações, markups que o mercado pratica, obviamente respeitando tudo isso», afirmou a CEO.

Para celebrar o lançamento desta nova etapa, a Concreto está a oferecer os portes de envio em todas as compras na loja online, onde estão já disponíveis as últimas novidades para a estação quente de 2020.

Também com a globalização dos mercados em vista e a conquista de novos clientes, as coleções-cápsula vão também passar a fazer parte da realidade da marca. «Vamos começar a trabalhar seis coleções da própria marca em 2020. Queremos chegar a mais pessoas. Estas cápsulas são para os clientes que são captados a meio do ano e depois têm que esperar quase mais seis meses para poderem ter o primeiro contacto com a marca e também é para estar sempre a chegar novidades, os próprios clientes ficam cansados de ver sempre a mesma coisa. Torna-se aborrecido e não é apelativo e o próprio retalho sofre», revelou Teresa Marques Pereira.

A fazer jus ao caminho consciente que tem vindo a traçar no que diz respeito à sustentabilidade, como ilustra o uso de matérias-primas que recorram cada vez menos a recursos escassos, a marca de vestuário, que, apesar de não ter grandes quantidades de stock, pretende assim mesmo rentabilizá-lo, idealizou uma loja de fábrica. «Temos um canal de distribuição para um mercado extracomunitário, já é uma parceria de alguns anos. Como vamos ter instalações novas, vamos passar a ter também uma loja de fábrica, que nos vai permitir escoar algum tipo de stock», adiantou ainda a CEO da Concreto.