Início Notícias Moda

Concurso Bloom convoca talento nacional

Com inscrições abertas até dia 1 de novembro, o Portugal Fashion relança o Concurso Bloom, competição destinada aos novos talentos da moda nacional que garante aos vencedores apoio financeiro, técnico e estratégico para a integração no circuito profissional da indústria.

Beatriz Bettencourt

A iniciativa dirigida aos jovens designers permite a participação nas edições de outubro de 2018 e março de 2019 do Portugal Fashion, numa passerelle inteiramente dedicada à plataforma Bloom.

David Catalan

A competição está aberta a jovens designers de moda residentes em Portugal, com idades compreendidas entre os 18 e 35 anos, sendo a candidatura válida tanto para projetos individuais como para duplas de designers. Para concorrer, os talentos emergentes devem submeter um dossier original, nunca apresentado em público, reunindo o curriculum vitae, o tema ou conceito das propostas, a memória descritiva e o moodboard com referências de inspiração (conceitos, cores, texturas, silhuetas, entre outros). Os candidatos deverão ainda integrar, na sua candidatura, o painel de matérias-primas e respetivas amostras a utilizar na coleção, o painel de acessórios que a complementam, croquis ilustrados e fichas técnicas referentes aos seis coordenados sujeitos a concurso, realçando, através de legenda, as características essenciais para a correta interpretação de cada peça.

Corrida até aos 8 fantásticos

No dia 15 de novembro, o júri do concurso vai anunciar os 12 dossiers que passam para a segunda fase e, a partir daí, os jovens designers devem produzir um coordenado para nova apreciação do júri, avaliação essa que irá determinar os oito finalistas a concurso.

Em janeiro, dia 5 de janeiro, os candidatos terão oportunidade de expor e defender os seus projetos nas instalações da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), perante o júri, que comunicará a decisão da seleção dos oito finalistas no dia 8.

Dois vencedores

A terceira fase decorre em março de 2018, onde os finalistas irão apresentar os seus trabalhos em contexto de desfile, no âmbito do calendário do Portugal Fashion. Nesse mesmo dia, o júri fará também uma avaliação nos bastidores. No final do desfile, serão anunciados os dois vencedores de entre os oito finalistas apurados.

Inês Maia

Os dois designers reconhecidos pelo concurso vão beneficiar de um conjunto de apoios de ordem financeira, técnica e estratégica. Além da apresentação da coleção na plataforma Bloom Portugal Fashion, em outubro de 2018 e em março de 2019, os vencedores usufruem de um incentivo financeiro de 2 mil euros para criação e desenvolvimento dos respetivos trabalhos.

A aposta em jovens criadores é uma das forças-motrizes da estratégia do Portugal Fashion. O projeto que a ANJE promove em parceria com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) pretende ser «um trampolim para novos talentos, de forma a renovar o panorama da moda nacional e a apoiar a integração de novos designers na cadeia de produção e distribuição», sublinha a organização em comunicado.

A dinamização de concursos dirigidos aos talentos emergentes arrancou em 2004 e já foi responsável pelo lançamento no mercado de nomes como Carla Pontes e Diogo Miranda e, mais recentemente, Sara Maia, Olimpia Davide, Beatriz Bettencourt, David Catalán e Inês Torcato.