Início Arquivo

Cone Mills e Pillowtex cortam nos postos de trabalho

O fabricante e tintureiro Cone Mills tornou-se na última vítima da debilidade da Indústria Têxtil americana, ao ter anunciado um corte de 575 postos de trabalho que representam cerca de 14% da sua força total de trabalho, noticiou a agência Reuters. A empresa que fabrica gangas para a Levi Strauss perdeu competitividade neste sector.Mas com esta medida, que resultará num encaixe de capital na ordem dos 30 a 40 milhões de dólares, entre 8 e 9 milhões de contos, os responsáveis da empresa acreditam poder recuperar a empresa. Os maiores cortes atingirão a sede da empresa em Rutherford County, na Carolina do Norte. Quatro horas depois deste anúncio, também a fábrica de Têxteis Lar Pillowtex anunciou o fecho de duas das suas unidades de produção, com uma consequência semelhante: o corte de 780 postos de trabalho, cerca de 6% do total da suas força de trabalho. Este corte insere-se no quadro do plano de reestruturação. A praga dos encerramentos de unidades de produção tem atingido outras pequenas empresas têxteis como por exemplo a L.A Dye & Print Works e a Anaheim Mills, em parte devido à impossibilidade de gerir os custos de energia.