Início Arquivo

Confiança na moda

A ModaLisboa confia na indústria da moda e resolveu anunciar “aos sete ventos” essa confiança, com “Trust” a dar o mote para a sua 40.ª edição. «Com otimismo, avançamos para uma edição da ModaLisboa que vai marcar a diferença e estabelecer as tendências de uma indústria em crescendo e que cada vez mais é um motivo de orgulho no nosso país», justificou a organização. Novamente com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa – que financia esta edição com cerca de 353 mil euros –, a ModaLisboa regressa em 2013 concentrada em três dias, com Valentim Quaresma a abrir a passerelle na Galeria dos Paços do Concelho às 18 horas. No mesmo dia, desfilam ainda as propostas da designer convidada Monika Ptaszek, no âmbito do protocolo de intercâmbio com a FashionPhilosophy – Fashion Week Poland (19h30) e de Ricardo Dourado (às 21h). O primeiro dia da ModaLisboa – que se prolonga até domingo, dia 10 de março – é ainda um dos mais preenchidos em termos de eventos paralelos, com Eduarda Abbondanza, diretora da ModaLisboa, a afirmar mesmo que é um dia «contaminado de acontecimentos e projetos ligados à moda diferentes do habitual, novos». A começar pelo “Wonder Room”, um espaço no Torreão Poente do Terreiro do Paço, em que participam «microempresas ligadas ao design, que não representam só moda, mas as várias disciplinas que a moda toca, além do vestuário». Um espaço especial que estará aberto ao público em geral nos três dias do evento. A ModaLisboa promove ainda o projeto Fashion Today / Fast Talks About Fashion, que pretende reunir num único espaço – neste caso o Museu do Design e da Moda (MUDE) – e numa única sessão um programa de conferências curtas sobre o modo de expressão da moda na sociedade contemporânea e como esta influencia e é influenciada pelos mundos da arte, negócios, consumismo e movimentos sociais e políticos da nossa época. «Criámos um sistema de conferências em que não temos tempo para nos aborrecermos, porque neste momento não temos tempo para perder», explicou Eduarda Abbondanza, acrescentando que a rapidez não obstará ao conteúdo. «Irá deixar de lado tudo aquilo que faz peso e não é fundamental», sublinhou. Na estreia deste conceito, estarão no MUDE Maria Gambina (Esad), Joana Jorge (Esart), Ana Couto (Faculdade de Arquitetura da UTL), Luís Parada (Modatex), Fernando Oliveira (Iade), Madalena Pereira (UBI), Miguel Rios, Lourenço Lucena (L’Parfumeur) e Sara Lamúrias (aforestdesign). Nos dois dias seguintes, aos desfiles de criadores como Luís Buchinho, Pedro Pedro, Alexandra Moura, Ricardo Preto, Nuno Baltazar, Dino Alves, Filipe Faísca, Miguel Vieira e Nuno Gama, junta-se a exposição de fotografia “Amaranthine Beleza Intemporal” (Paços do Concelho) e a exibição do documentário “The Eye has to Travel”, de Diana Vreeland. Calendário de desfiles: 6ª FEIRA, 08 DE MARÇO 18h00 Valentim Quaresma – Paços do Concelho 19h30 Ptaszek – Paços do Concelho 21h00 Ricardo Dourado – Paços do Concelho SÁBADO, 09 DE MARÇO 12h00 Luís Buchinho – Terreiro do Paço (Arcadas Poente) 14h30 Ricardo Andrez (LAB) – Pátio da Galé 15h30 Saymyname (LAB) – Pátio da Galé 16h30 Aleksandar Protic – Pátio da Galé 17h30 Os Burgueses (LAB) – Pátio da Galé 18h30 Pedro Pedro – Pátio da Galé 19h30 Alexandra Moura – Pátio da Galé 20h30 Nuno Baltazar – Pátio da Galé 22h00 Ricardo Preto – Pátio da Galé DOMINGO, 10 DE MARÇO 14h30 Marques´Almeida (LAB) – Pátio da Galé 15h30 V!tor (LAB) – Pátio da Galé 16h30 Dino Alves – Pátio da Galé 17h30 White Tent – Pátio da Galé 18h30 Miguel Vieira – Pátio da Galé 19h30 Filipe Faísca – Pátio da Galé 20h30 Nuno Gama – Pátio da Galé