Início Notícias Tendências

Coral vivo vai pintar 2019

A cor do próximo ano é a proposta da Pantone para dar resposta à presença crescente da tecnologia na sociedade. Com a referência 16-1546, o Coral Vivo chega para proporcionar «mais leveza e luminosidade» ao ano que se avizinha, assegura a guardiã das tendências de cor à escala global.

Depois do Rose Quartz em 2016, do Greenery em 2017 e do Ultra Violet em 2018, o tom 16-1546, mais conhecido como Living Coral (ou Coral Vivo), foi escolhido como a cor de 2019 por se tratar «de um tom coral animador e vivaz com um subtom que energiza e anima», explica a Pantone.

«Em resposta à crescente invasão das redes sociais e da tecnologia no nosso quotidiano, andamos à procura de experiências autênticas e imersivas, que transmitam conexão e intimidade», afirma Leatrice Eiseman, vice-presidente do Pantone Color Institute. «No centro do nosso ecossistema, vívido e cromático, o Pantone Coral Vivo é uma expressão de como as barreiras de coral providenciam abrigo para um caleidoscópio de cor», destaca. Eiseman refere ainda que «a cor melhora e influencia a forma como experienciamos a vida. O Coral Vivo reforça como as cores podem incorporar a nossa experiência coletiva e refletir o que está a acontecer no mundo num momento específico».

Há cerca de duas décadas que a Pantone anuncia a cor do ano, com base numa análise de tendências. Durante o ano, os especialistas analisam influências cromáticas ligadas às mais diferentes áreas, desde a indústria do entretenimento a artistas, passando por fatores socioeconómicos, novas tecnologias e eventos desportivos relevantes.

Predição em passerelle

A cor do ano de 2019 foi divulgada na passada sexta-feira, dia 7 de dezembro. Porém, como habitualmente, as passerelles estão um passo à frente. O coral foi uma grande tendência dos desfiles de primavera-verão 2019, tendo em conta que a cor remete para um estilo fresco, descontraído e estival.

Alexander McQueen
Brandon Maxwell

A tonalidade marcou presença no desfile de Brandon Maxwell, em Nova Iorque. O designer utilizou-a em diferentes visuais, incluindo malhas, calças à boca-de-sino e vestidos compridos. Também Elisabetta Franchi pintou alguns dos seus coordenados de coral, nomeadamente saias em tule e casacos, enquanto Peter Pilotto modernizou o fato com um tom de pêssego.

Já Roksanda Ilinčić combinou o coral com rosa pêssego e amarelo mostarda num vestido e a Prada, por sua vez, estreou um casaco oversize em coral. O rol de nomes inclui ainda Marc Jacobs, Temperley London, Christian Siriano, Marcel Ostertag e Alexander McQueen.

Contágio à maquilhagem

O coral tem sido uma tendência de maquilhagem que persiste nas passerelles. A Emporio Armani aposta na maquilhagem em tons laranja, que tem trazido vida aos seus desfiles ao longo das últimas duas estações. O batom em tons laranja também tem sido favorito na passadeira vermelha ao longo dos últimos meses, ilustrado por Cate Blanchett, Sara Sampaio e Amber Valletta. As sombras e o blush também se têm pintado de coral, nomeadamente em celebridades como Tracee Ellis Ross e Margot Robbie.

O anúncio da cor do ano pela Pantone conduzirá a uma onda de lançamentos no mundo da moda e da estética, mas a verdade é que já existem muitas opções no mercado. Recentemente, a modelo e influencer Kylie Jenner lançou um batom em coral batizado Queen, enquanto que a nova gama de Lisa Eldridge inclui uma sombra laranja, que evoca o otimismo referido pela Pantone.

Por seu lado, a coleção da Yves Saint Laurent para a quadra natalícia conta com um blush precisamente em tom coral. Já a colaboração da MAC Cosmetics com a Puma, lançada este ano, conta com um batom luminoso em coral denominado Lady Danger.