Início Arquivo

Cortiça é motor de inovação

O Portugal inovador que muitos procuram mas que poucos encontram tem na Amorim Revestimentos um dos seus melhores exemplos. Com prova dos nove tirada na Heimtextil 2007. Com efeito, a empresa especialista em revestimento de cortiça para paredes e solos foi, na sua segunda participação no certame, uma das 12 empresas seleccionadas pela revista alemã AIT (Arquitectura Inteligente) para os conceituados "Prémios Inovação de Têxteis e Decoração". Esta iniciativa, levada a cabo pela AIT em colaboração com a Messe Frankfurt, tornou-se uma referência para quem quer estar a par das mais recentes inovações no âmbito dos têxteis-lar e da decoração da casa. Em particular, refira-se que entre os 12 seleccionados, dez jogavam em casa. A Amorim Revestimentos não foi a vencedora, já que o prémio acabou nas mãos da suíça Baumann pelo seu tecido adesivo "Haftextil Gecko". Mas a empresa portuguesa ganhou meritoriamente notoriedade e visibilidade para a sua marca Wicanders Dekwall e para os seus produtos, cuja qualidade, versatilidade e carácter inovador conquistam cada vez mais adeptos, como é possível comprovar pelas catadupas de compradores que afluem ao seu stand em cada edição da Heimtextil, em Frankfurt, ou da Domotex, em Hanôver. «Quanto mais inovadoras são as ideias, mais fácil é concretizá-las», afirma Dieter Khöler, da sociedade de arquitectos Khöler e membro do júri da edição 2007 dos "Prémios Inovação de Têxteis e Decoração". O desenvolvimento da Amorim Revestimentos que atraiu a atenção dos 5 especialistas em arquitectura e decoração de interiores que constituíram o júri do concurso prova a veracidade da afirmação: painéis de cortiça combinados com perfis de alumínio, que aliás contribuíram para o magnifico resultado final em termos de decoração do stand da empresa. «Quisemos mostrar desta forma que a cortiça pode ser bastante criativa e um excelente material para combinar com outros», explica Ana Paula Oliveira. Quanto às melhorias introduzidas nas propostas da Wicanders Dekwall, a gestora de produto sublinha «a resistência aos raios UV, onde atingimos o valor máximo».A colecção da Wicanders Dekwall não explora apenas as excelentes propriedades térmicas, ecológicas e de isolamento acústico da cortiça, mas também mostra uma beleza desconhecida até então no material. Para tal muito tem contribuído o talento do designer suíço Andreas Dotzauer, que tinha já afirmado ao Jornal Têxtil que «o objectivo essencial de cada colecção é dar a possibilidade de acrescentar valor ao trabalho em si, assim como a facilidade de combinar a cortiça com outros materiais. A beleza da cortiça é uma fonte de inspiração inesgotável, mas procurámos sobretudo criar produtos que permitam ao cliente fazer a sua própria interpretação».