Início Notícias Vestuário

CPM atrai mais visitas

«O mercado russo é e mantém-se emocionante» aos olhos de Thomas Stenzel, diretor da CPM. A Collection Premiere Moscow dá por encerrada com sucesso mais uma edição, onde estiveram representados 30 países, desta vez com quatro marcas portuguesas.

A 33ª edição da CPM fechou as portas a 6 de setembro, registando cerca de 21.300 visitantes profissionais provenientes de 50 países, maioritariamente da Europa e Ásia do Sul. O evento de três dias foi palco para a exibição das coleções primavera-verão 2020 de 1.300 marcas de 30 países diferentes, distribuídas pelos corredores da Expocentre, em Moscovo. Entre elas, estiveram presentes quatro marcas portuguesas – Blackspider, Cristina Barros, Cubosdalgodao e Davion. «Os corredores estiveram cheios e houve muitos visitantes nos stands», revela diretor de projeto internacional da feira, Christian Kasch, sublinhando que «o interesse pela moda internacional continua muito elevado na Rússia e Europa de Leste».

À semelhança do que acontece todos os anos, a sessão de abertura reuniu um meet & greet com algumas celebridades russas: a estrela de cinema e teatro Maksim Averin anunciou a nova temporada de pedidos, desfiles e fóruns de negócios e os cinco vencedores do projeto World Fashion Channel – New Model Show, em cooperação com a CPM, deram as boas-vindas aos visitantes. Nikolay Yarzew, diretor russo de projeto da CPM, destaca que registou «um sentimento positivo entre os fabricantes russos, assim como um aumento do número de visitantes profissionais, comparativamente ao outono de 2018».

Novas soluções

Esta edição do certame de moda contou com uma estreia, o segmento de “Shop & Retail Solutions”, focado na divulgação de equipamentos para lojas, marketing de retalho e tecnologias para apoiar o desenvolvimento do comércio na moda. Deste modo, o primeiro dia reuniu vários workshops e palestras dedicados ao assunto, enquanto o resto do espaço foi ocupado pelo Fórum de Moda Retalhista da Rússia, com a apresentação das melhores inovações e tecnologias para este sector. Além disso, diretores e especialistas de coorganizadores RFRF (Research for Resurgence Foundation), como o ITMM GmbH, o Grupo de Consultoria de Moda e a PROfashion Consulting, mostraram análises e previsões para a próxima estação, bem como apresentações detalhadas sobre a digitalização do sector retalhista de moda e planos de preparação para a Indústria 4.0. No geral, o público apreciou o novo segmento, considerando as palestras «informativas e úteis», nas palavras de Tatiana Chodilova, compradora da Only Happy, sediada na cidade russa de Irkutsk.

Por outro lado, nesta edição também se destacou a duplicação do espaço dedicado à CPM Body & Beach, para lingerie, roupa de praia, lar e roupa de desporto, assim como da CPM Body & Beach Fabrics, que expõe tecidos, acessórios, e outros complementos usados para produzir roupa interior e de praia. No total, houve 50 marcas de lingerie de 25 países, que atraíram mais de 4.000 profissionais do sector a Moscovo.

Rússia e o mercado internacional

Os projetos especiais da CPM tiveram igualmente direito ao seu próprio espaço, dando a conhecer ao mercado internacional novos designers russos com grande potencial. Como parte integrante da CPM Designer Pool, marcas como Brier (Moscovo), U.G.L.Y. (Geórgia) e IVANOVA (Sóchi) apresentaram as suas coleções de primavera-verão 2020 nos stands e nas passerelles.

Além disso, à semelhança da edição anterior, a iniciativa CPM My Country marcou presença, com diversos participantes que incluíram Buts8, D.A.Atelier e TMDRESS de Krasnoiarsk. As artes performativas também serviram como estratégia de comunicação, trazendo estrelas de teatro, cinema, música e televisão para servir de ligação entre o mercado russo e a Europa ocidental. Nesta lista inclui-se personalidades como Olesya Sudzilovskaya, Irina Pegova, Ekaterina Strizhenova, Daria Poverennova, Svetlana Zaynalova e Irina Muromtseva.

A próxima edição da feira de moda, para a estação outono-inverno 2020/2021, está já programada para os dias 24 a 27 de fevereiro de 2020.