Início Notícias Moda

CPM mais abrangente em 2020

A 34.ª edição da CPM – Collection Première Moscow vai receber 1.300 marcas de cerca de 30 países. A feira, que promete desvendar as tendências para a estação fria, tem como grande novidade para fevereiro de 2020 a introdução de activewear no CPM Body & Beach.

A CPM – Collection Première Moscow, que é organizada pela Messe Düsseldorf Moscow em parceria com a Igedo Company, realiza-se de 24 a 27 de fevereiro em Moscovo e promete apresentar as tendências para o outono-inverno 2020/2021. «A 34.a edição da CPM não vai anunciar apenas o início de uma nova década no que diz respeito às tendências: a propensão dos consumidores russos para gastar é tão motivadora quanto a própria perceção da moda russa. Marcas internacionais e russas estão a lucrar com a concorrência forte. A CPM é um evento obrigatório orientado para o negócio e oferece uma linha incomparável de especialistas em tendências, técnicas de merchandising e importações/exportações», afirma Thomas Stenzel, diretor-geral da Messe Düsseldorf Moscow.

Com uma área de cerca de 21 mil metros quadrados, o evento vai contar com 1.300 marcas oriundas de 30 países e mais de 20 mil especialistas de moda de 50 nacionalidades. «Todos os organizadores de feiras querem apresentar uma boa mistura de novas coleções, juntamente com marcas já conhecidas e estabelecidas. Uma vez mais, este será o caso da CPM em fevereiro de 2020. Por exemplo, no Forum os fabricantes tradicionais alemães vão estar a expor. A iniciativa “TextilWirtschaft Labels to Watch”, em cooperação com a editora Deutscher Fachverlag, recebe seis marcas que nunca expuseram na Rússia antes da oportunidade de exibir as coleções na CPM», aponta Christian Kasch, diretor de projeto da CPM Internacional.

Segmentos e organização

Os expositores vão estar segmentados em quatro áreas – CPM Premium, CPM Accessories & Shoes, CPM Body & Beach e CPM Retail & Solution – num total de 50 grupos de produtos que incluem vestuário para homem, criança, tamanhos grandes, vestuário de noite e activewear.

A área CPM Body & Beach vai apresentar coleções de lingerie e beachwear, onde vão estar marcas de todo o mundo como Punto Blanco de Espanha e Cottonreal do Reino Unido. É nesta área que se insere a grande novidade da feira, a introdução do segmento Active & Yoga Wear, com um espetro alargado de coleções «interessantes e que vão servir como inspiração para alguns retalhistas». O CPM Premium abrange uma gama de produtos de alta qualidade e, entre os 65 expositores, vai receber nomes como Anna Mora, Xenia Design, Sarah Pacini e Nissa. Já o CPM Accessories & Shoes quer mostrar que os acessórios têm mais do que um papel secundário, uma vez que, segundo a organização, «a moda moderna será complementada com acessórios a condizer».

Depois do feedback positivo dos expositores e dos especialistas de retalho na edição de setembro de 2019, o CPM Retail & Solution irá expor soluções inovadoras desenvolvidas especialmente para o sector do retalho de moda. Este segmento integra-se no Russian Fashion Retail Forum, uma formação intensiva de três dias patrocinada pelo Fashion Consulting Group, Profashion Masters e Retail.ru que fornece informação, novas soluções, serviços e produtos e ainda vão debater sobre vários tópicos importantes para 2020 como “O mercado futuro: novas oportunidades e estratégias que vão mudar o panorama da moda”.

Ligações internacionais

Moscovo está prestes a abrir portas a 80 expositores alemães, a nomes como Ateliers de la Maille e Dellalui da França, a 120 coleções italianas, à Lora Garden e à Caraclan da Turquia, à Antydote e à Lotus da Grécia, à Icebear da China e, a representar o país, 320 expositores da Rússia. Já a Dinamarca terá um espaço próprio batizado  Made in Denmark. «A Rússia e os países vizinhos representam um mercado muito importante para a nossa moda. Para Itália, cada edição da CPM reforça a nossa ligação com o mercado russo. É um mercado em que a distribuição da moda é caracterizada por pontos de venda multimarca. É uma estratégia vantajosa para nós e prova a lealdade das relações comerciais que construímos ao longo do tempo. É crucial que as nossas empresas mantenham a presença na feira em Moscovo», considera Marisa Pizziolo, gestora de marketing e operações da Ente Moda Italia.

Durante os quatro dias da CPM, os visitantes podem ainda adquirir informação sobre as últimas tendências de moda e estar a par das últimas estratégias de negócio, através dos seminários para os compradores e das palestras de tendências. Para os expositores, a feira é uma oportunidade de integrar um espaço que «há 17 anos é a plataforma de moda número um para o leste europeu».