Início Arquivo

Criado o PRIME-Jovem

Com o objectivo de promover e apoiar a iniciativa empresarial dos jovens, o Governo aprovou, na sua reunião de Conselho de Ministros de 26 de Fevereiro, uma resolução que cria, no âmbito do PRIME (Programa de Incentivos à Modernização da Economia), o PRIME-Jovem, programa de apoio à iniciativa empresarial dos jovens.

Este programa de apoio à iniciativa empresarial, que pode ser utilizado em todos os sectores da economia, direcciona-se para os jovens entre os 18 e os 35 anos e é substituto do já extinto SAJE (Sistema de Apoio aos Jovens Empresários). De acordo com o Expresso, o SAJE foi responsável pela aprovação de 600 projectos empresariais no valor de 6,5 milhões de euros, permitindo a criação de 3.500 novos postos de trabalho, em apenas 1 ano e meio de existência.

Como forma de colmatar as dificuldades de financiamento inicial, o programa agora lançado, acentua a importância do capital de risco no fomento à iniciativa empresarial, instituindo uma majoração de 5% nos apoios dos sistemas de incentivos financeiros e a reserva de 15 milhões de euros ao abrigo do FSCR (Fundo de Sindicação de Capital de Risco) do PRIME, destinados a projectos promovidos por jovens empresários.

De acordo com o noticiado pelo Expresso, durante a sessão de apresentação do novo programa, o Ministro da Economia, Carlos Tavares, referiu que o «O PRIME-Jovem introduzirá ainda incentivos à formação de jovens empresários, bem como a criação de uma bolsa de ideias “on-line” onde os empreendedores poderão expor os seus projectos e procurar investidor».

No contexto do PRIME, os jovens são considerados como factor dinâmico fundamental para a criação de diversas formas de valor acrescentado, pelo que as especificidades relativas a uma política de fomento da iniciativa empresarial neste segmento, justificam a criação de instrumentos especialmente vocacionados para os jovens empresários.

Assim, o PRIME-Jovem é constituído por um conjunto de medidas com vista ao apoio de jovens empresários, englobando medidas de discriminação positiva, mediante o apoio selectivo à iniciativa empresarial dos jovens.