Início Arquivo

Custo Barcelona quer mais franchisings

A empresa espanhola Custo Barcelona, empresa de moda que ficou conhecida pelas suas camisas estampadas e cativou estilistas e artistas do espectáculo internacional, decidiu integrar os franchisings nos seus planos de crescimento. Há cinco anos iniciou a sua abertura de lojas próprias, e já tem 27 lojas distribuídas por Espanha, Estados Unidos, Paris, Roma e Milão. Carlos Sagalés, director-geral da empresa criada em 1980 pelos irmãos Dalmau, manifesta que «agora chegou o momento de apostar nos franchisings e o objectivo é abrir cerca de dez lojas na Europa e na Ásia no prazo de um ano», até porque «não estamos a ficar loucos. Iremos passo a passo, começando com sócios que já são clientes nossos e pessoas que já estão no sector». A Custo Barcelona aposta neste modelo de negócio depois de várias experiências piloto em Espanha, Dubai e Bahrein, motivada por duas razões principais: a primeira, porque «já estamos nas melhores lojas multimarca e em pontos de venda não podemos criar muito mais, e abrir lojas próprias requer muitos recursos». A segunda, porque «as nossas colecções vão, agora, muito mais além das camisas, mas não se podem integrar de forma completa nas lojas multimarca».Para o ano de 2006, a empresa espera crescer cerca de 14 por cento e chegar aos 82 milhões de euros. Esta previsão contempla a abertura de uma quarta loja em Barcelona, que ficará situada na Rambla, e também a expansão nos Estados Unidos, onde tem já sete lojas próprias e outras sete aberturas previstas para o prazo máximo de um ano, nas quais deverá investir dois milhões de euros.