Início Jornal Têxtil

Denim superstar

O azul índigo do denim está a ganhar novas cores, onde o verde da sustentabilidade se junta a um universo criativo multicolor pintado pelos avanços tecnológicos e pela criatividade dos designers, como revelaram alguns dos principais players do sector na última edição da Denim Première Vision, em Barcelona.

Longe vão os dias em que o denim era um tecido usado apenas no vestuário de trabalho. Hoje faz parte das coleções das grandes casas de moda mundiais, adotando versões para todos os gostos. Na edição de junho do Jornal Têxtil fique a par das principais tendências e inovações apresentadas na Denim Première Vision, incluindo as de players como Tavex, Vicunha, Orta, Jeanologia e da portuguesa Pizarro.

Prepare ainda o outono-inverno 2016/2017 com as cores, fits, tecidos e acabamentos que vão marcar a estação. Sempre em antecipação das tendências está a NGS Malhas, com um modelo de negócio de resposta rápida que conquistou muitos clientes internacionais. Uma estratégia que conta agora com o trunfo da tinturaria e acabamentos próprios, graças à aquisição em parceria com a Gabritex da ex-Malhas Eical, como revela em entrevista o administrador Nuno Cunha e Silva. Na especialista em felpos Bomdia, a diversificação de mercados tem garantido o crescimento, enquanto na Piubele a aposta no comércio eletrónico promete trazer novos clientes dos dois lados do Atlântico.

Também a pensar nas vendas online, a empresa de confeção Paula Borges vai lançar em setembro uma nova marca de vestuário de senhora pensada apenas para ser comercializada no retalho virtual. Já a Original Lanyards, a INC Brands e a Mesh estão a dar os primeiros passos na internacionalização, cada uma delas com um portefólio de produtos diferenciado que tem como mais-valia o “made in Portugal”. A produção no país tem, de resto, atraído o regresso dos compradores internacionais, como comprova a Belmiro Martins & CA. Portugueses e com cada vez mais sucesso internacional, Marta Marques e Paulo Almeida, a dupla da marca Marques’Almeida, receberam recentemente o LVMH Young Fashion Designer Prize de 2015, mas mais do que celebrar, estão já a preparar os próximos passos no seu crescimento, como revelou Marta Marques ao Jornal Têxtil.

No calçado, a Fly London continua a chegar a novos mercados, enquanto a Carité está a expandir a produção em território nacional, com uma nova unidade em São João da Madeira. E no retalho, um novo estudo dá conta da recuperação do negócio em Lisboa e no Porto. Estas são apenas algumas das notícias que preenchem esta edição do Jornal Têxtil, onde pode ainda acompanhar a transformação de algumas empresas lusas dos têxteis tradicionais para os têxteis técnicos – incluindo os exemplos da Penteadora, Faria da Costa, Têxteis Penedo e ERT –, conhecer as novidades que vão marcar os certames profissionais Texworld e GDS e ficar a par das tendências no vestuário de performance para o outono-inverno 2016/2017.

Conheça ainda as novas fibras tropicais que estão a dar que falar, a revolução antecipada pela aplicação do grafeno aos wearables, os não-tecidos que estão a melhorar as intervenções cirúrgicas em humanos, as novas aplicações do linho e o sobe e desce do mercado de algodão e do comércio externo, nas análises realizadas pelo CENIT aos números da economia e do comércio externo português. Razões mais do que suficientes para não perder a edição de junho do Jornal Têxtil, o único meio de comunicação português direcionado para os profissionais e as empresas da indústria têxtil e de vestuário. Se ainda não é assinante, esta é a altura certa para fazer a sua subscrição  e receber mensalmente a informação que faz verdadeiramente a diferença para o seu negócio.