Início Arquivo

Design em room service

CPD-Centro Português de Design, no âmbito da medida voluntarista Têxteis-Design do IMIT, promoveu uma acção mobilizadora piloto denominada Room Service, tendo como objectivo demonstrar a inter-actividade «entre a oferta e a procura no domínio do turismo e da hotelaria, procurando identificar áreas de carência e alterações emergentes», adiantou ao Jornal Têxtil Pedro Brandão, vice-presidente daquele organismo.

 

Estão em causa  as capacidades de resposta das empresas portuguesas, nomeadamente as do sector dos Têxteis –Lar, face aos desafios da procura, intervindo na área onde a análise de mercado demonstrou ter maiores potencialidades de crescimento: uma unidade hoteleira urbana de quatro estrelas. Neste contexto, foi apresentado no Mariott Lisboa Penta Hotel um quarto tipo, testando «a sua receptividade junto dos destinatários do sector da hotelaria».

 

Estabeleceram-se parcerias com empresas das diversas áreas envolvidas, privilegiando o sector dos Têxteis-Lar, designadamente a TMG Fabrics, a Asa-Lameirinho, a Empresa Industrial Sampedro e a Agratil.

 

Realizaram-se igualmente workshops técnicos, onde foi feita uma caracterização da Indústria Têxtil em Portugal, assim como a apresentação do próprio projecto e alguns dados caracterizadores da Industria Hoteleira. «Acho que correu bastante bem e demonstrou que os parceiros do lado do fornecimento têm toda a vantagem em entender-se. Em vez de irem vender o seu produto isoladamente ao hotel,  tem mais lógica o produto integrado; se hoje já temos lençóis que são alugados, amanhã teremos um quarto inteiro alugado, dando até lugar a novas áreas de negócio», salienta Pedro Brandão.

 

Simultaneamente, decorre até final deste mês a 2ª edição dos Animadores de Design na Indústria Têxtil, proporcionando a jovens designers nas áreas da Moda, Têxtil e Comunicação Gráfica uma experiência profissional numa empresa industrial. «São 30 designers  que nós colocámos em empresas têxteis, tratando-se de um período de estagio em que os jovens designers tem a função de fazer o levantamento das áreas mais fortes e mais fracas do design na empresa, em aspectos como o seu site, a sua apresentação em feiras ou realização de showrooms», declara Brandão.

 

A integração na empresa e o trabalho desenvolvido são acompanhados por um consultor do CPD. «É um programa com bastante êxito», acrescenta.