Início Notícias Moda

Designer da Frenken distinguido na Holanda

Erik Frenken, designer por detrás da marca Frenken detida pelo grupo português Calvelex, recebeu um dos mais conceituados prémios de moda da Holanda, o Cultuurfonds Mode Stipendiumm. O designer é o nono a receber o galardão, sucedendo a Iris van Herpen, Ronald van der Kemp e Bas Kosters.

O prémio, atribuído pelo Prins Bernhard Cultuurfonds e a Dutch Fashion Foundation, foi entregue no passado dia 3 de abril e destaca designers que deram um forte contributo para a moda holandesa nos últimos 10 anos, tendo como um dos critérios a criação de pelo menos 10 coleções.

Erik Frenken começou por ser diretor criativo da Avelon, trabalhou para a Viktor & Rolf e Alberta Ferretti e ganhou o Prémio de Inovação Central Saint Martins/Lancôme. Em 2017 criou, com o apoio da Calvelex, a marca própria Frenken, uma marca contemporânea que combina materiais clássicos com silhuetas inesperadas, para uma estética moderna e feminina. «Gosto de pôr as coisas fora do contexto», explica o designer num vídeo publicado na página da Cultuurfonds.

«Este designer interliga sem esforço o M maiúsculo de Moda com o A maiúsculo de Atitude. Erik Frenken sabe sempre como incorporar a qualidade do “agora” nos seus designs, o urbano, uma assinatura global que transcende a perspetiva local. É um manuscrito consciente e confiante que não se retrai das formas largas que se desviam do corpo», justifica o relatório do comité, citado por Angelique Westerhof, diretora da Dutch Fashion Foundation. O comité elogiou ainda a perseverança e a visão a longo prazo de Erik Frenken. «Pelo talento, coragem, por insistir uma e outra vez e acreditar que merece construir ainda mais uma carreira internacional na moda e consegui-la com sucesso, Erik Frenken é o novo porta-voz da moda holandesa», acrescentou Angelique Westerhof.

Johan Van Beem, vice-diretor da Cultuurfonds, sublinhou que «a Holanda precisa de mentes criativas e independentes. A Cultuurfonds quer defender isso. Com isso em mente, apoiamos a cultura, a natureza e a ciência há quase 80 anos. Assim, juntamente com o generoso doador anónimo que fundou o Mode Stipendium connosco em 2011, estamos muito satisfeitos por dar este incentivo anual de 50.000 euros a um designer de topo».

Erik Franken, que se afirmou «honrado por receber este grande prémio», recebeu o colar-troféu “de poedel”, desenhado pelo Atelier Ted Noten das mãos do vencedor do ano passado, Bas Kosters.

Esta foi a nona edição do prémio, que já distinguiu também os designers Ilja Visser (2011), Francisco van Benthum (2012), Truus en Riet Spijkers (2013), Jan Taminiau (2013), Youasme Measyou (2015), Iris van Herpen (2016) e Ronald van der Kemp (2017).

Johan Van Beem, Erik Frenken, Angelique Westerhof e Bas Kosters