Explosão de talento

Nº 193 | MARÇO 2015
A terceira edição do concurso europeu de jovens designers Porto Fashion Show provou que o futuro da moda está em boas mãos, com os novos talentos de seis países a mostrarem que criatividade não falta e a revelarem-se impressionados pelo know-how e inovação da indústria têxtil e vestuário portuguesa.
Download da capa do Jornal Têxtil exclusiva a assinantes
Para fazer download, inicie sessão ou assine já através do registo.



A iniciativa do CENIT - Centro de Inteligência Têxtil, apoiada pelo Compete e pela Porto Fashion Week, trouxe ao Porto alguns dos mais promissores jovens designers europeus, que além de participarem no concurso tiveram ainda oportunidade de conhecer cinco exemplos do melhor “made in Portugal”, com visitas às empresas A2 Asdrúbal J.A., Adalberto Estampados, Crispim Abreu, Pizarro e Polopique, que o Jornal Têxtil acompanhou a par e passo e lhe dá agora a conhecer nesta edição de março.

No Porto Fashion Show destacou-se ainda Carla Pontes, a jovem designer que venceu o prémio para Portugal, que revela agora em entrevista alguns dos sucessos e ambições que tem para a sua marca epónima, que começa já a dar os primeiros passos nos mercados internacionais.

Ainda na moda, conheça as coleções para o outono-inverno 2015/2016 apresentadas pelos criadores portugueses nos desfiles organizados pelo Portugal Fashion além-fronteiras, nomeadamente as propostas de Anabela Baldaque, Júlio Torcato e Miguel Vieira em Madrid, de Daniela Barros e de João Melo Costa, em Londres, onde estiveram ainda cinco jovens criadores da plataforma Bloom no International Fashion Showcase, e de Fátima Lopes, Diogo Miranda e Luís Buchinho, em Paris.

Mas porque nem só de moda vive o Jornal Têxtil, fique ainda a par das novidades apresentadas pelas empresas portuguesas na maior feira europeia dedicada ao desporto, a Ispo, as tendências do calçado português na GDS e os números que confirmam o sucesso das mais recentes edições do Modtissimo, da Ambiente e da Texworld.

As empresas nacionais continuam a ter motivos para sorrir, com apostas em inovação, como a Damel, a Sak e a Têxteis Penedo, crescimentos acentuados, como a Sidónios Íntimo, expansão nos mercados internacionais, como a A. Fiúza, a Nordstorm e a Fábrica de Tecidos do Carvalho, investimentos em novas tecnologias, como a J. Pereira Fernandes, e conquista de consumidores fiéis, como a marca de calçado Gino B.

Nesta edição primaveril, tire ainda a temperatura ao mercado, nas páginas dedicadas à análise da conjuntura, saiba como estão a evoluir as principais fibras e a produção de fio um pouco por todo o mundo, fique por dentro dos novos conceitos que estão a influenciar a forma como o retalho se apresenta aos consumidores e conheça os novos projetos de investigação que estão a trazer esperança a pacientes com cancro.

Motivos mais do que suficientes para que não perca o número de março do Jornal Têxtil. Se ainda não é assinante, faça já a sua subscrição (clique aqui) e receba todos os meses, em sua casa ou na empresa, a informação que faz a diferença para os profissionais da indústria têxtil e vestuário.