Inteligência têxtil

Nº 187 | SETEMBRO 2014
As empresas e instituições portuguesas continuam a dar cartas no campo da investigação e desenvolvimento, com a área dos chamados têxteis técnicos – dos fios ao vestuário – a mostrar elevado dinamismo e a atrair grandes players internacionais para o nosso país.
Download da capa do Jornal Têxtil exclusiva a assinantes
Para fazer download, inicie sessão ou assine já através do registo.



Vestuário com gestão de humidade e termorregulação, meias que monitorizam sinais vitais, malhas com proteção UV, tecidos aquecidos para o interior de automóveis, fios antiodores e toalhas de mesa que repelem a sujidade são apenas alguns dos produtos que saem da indústria têxtil e vestuário nacional para o mundo. Um know-how que tem vindo a ser explorado até pelas mais tradicionais empresas, muitas vezes em parceria com centros de I&D, nomeadamente o Citeve, o Centi e o 2C2T da Universidade do Minho.

Na primeira edição do Jornal Têxtil depois da “silly season”, damos destaque aos têxteis “inteligentes” em Portugal e à sua evolução no mundo e apresentamos alguns dos projetos que estão a marcar o sector, nomeadamente as novas apostas da Ert, desvendadas em discurso direto pelo seu diretor de inovação, Fernando Merino.

A inovação tecnológica é, de resto, uma das áreas que as empresas portuguesas deverão desenvolver para prosperar, de acordo com o novo Plano Estratégico para o “Cluster Têxtil Moda 2020”, que será formalmente apresentado no Fórum da Indústria Têxtil, na Alfândega do Porto, no próximo dia 24 de setembro. Um documento pensado por Paulo Vaz, diretor-geral da ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal, que antecipa, em entrevista, as estratégias e ações do novo plano para o sector.

Segundo Paulo Vaz, o design é outro dos pontos essenciais para a indústria têxtil e vestuário nacional. Por isso, nesta edição de setembro apresentamos as tendências compiladas pelo WGSN para o denim do outono-inverno 2015/2016 e dissecamos as propostas da moda de homem para a primavera-verão 2015 que desfilaram nas passerelles de Milão e Paris.

Fique ainda a par do reforço da expansão internacional da Arco Têxteis e do novo mercado de eleição da especialista em têxteis-lar Home Flavours, prepare-se para a conquista do mundo planeada pela marca Blackspider e conheça os fatores por detrás do sucesso de 25 anos da especialista em felpos bordados Finera. Revelamos ainda a nova parceria da Lona com uma conhecida designer portuguesa, os produtos inovadores da Ana Sousa, os projetos online da marca Glüen, a investida além-fronteiras planeada pelo criador Ricardo Preto para a sua primeira linha e a nova vida da Modalfa, a marca de retalho da Sonae, rebatizada simplesmente Mo.

Setembro marca ainda o regresso dos grandes certames internacionais, como a Texworld e a Apparelsourcing Paris, assim como o incontornável salão português Modtissimo, que, integrado na Porto Fashion Week, promove, nesta edição, um encontro entre a moda e a sétima arte. Saiba ainda o que pode encontrar na 12.ª edição da Maroc in Mode, que se realiza em outubro, e prepare as suas próximas viagens com o auxílio da nossa agenda de feiras.

As novidades de empresas internacionais de renome, como a Nike, Hanesbrands, Gildan e Ikea, também não faltam a esta edição, onde pode ainda encontrar os dados mais recentes sobre mercados, a conjuntura, o comércio internacional e as matérias-primas.

Regresse ao trabalho com a melhor informação de e para o sector têxtil e vestuário. Se ainda não é assinante do Jornal Têxtil, não perca mais tempo e faça já a sua subscrição (clique aqui).