Prova superada

Nº 234 | Dezembro 2018
Num ano que não foi fácil para a indústria têxtil e vestuário, as empresas portuguesas conseguiram, ainda assim, ultrapassar os obstáculos e prosperar. Na última edição do ano do Jornal Têxtil, passamos os principais acontecimentos em revista e projetamos as grandes tendências para 2019.
Download da capa do Jornal Têxtil exclusiva a assinantes
Para fazer download, inicie sessão ou assine já através do registo.



Cumprindo a tradição de final de ano de olhar para trás e fazer o balanço dos últimos 12 meses, a edição de dezembro do Jornal Têxtil é especial e percorre os feitos mais marcantes da indústria têxtil e vestuário portuguesa em 2018.

Da Web Summit à iTechStyle Summit, passando pela assembleia-geral do Ginetex, pela reunião da Intercolor para definir as cores do outono-inverno 2020/2021, pela convenção mundial da IACDE até à Contextile, foram vários os acontecimentos internacionais que tiveram como palco o território nacional e a indústria portuguesa.

Os últimos 12 meses permitiram novos investimentos, como os da Riopele, que deu passos seguros na inovação e na sustentabilidade, novas áreas de negócio, como as da Irmãos M. Marques, novos avanços internacionais, como os da RDD, e muitos prémios, como os arrecadados pela Tintex em Munique.

Já no final do ano foi a vez da entrega dos Prémios de Excelência Empresarial – uma iniciativa do CENIT e da ANIVEC – que galardoou os esforços da P&R Têxteis, Twintex, Crialme, Valérius, Polopique e Becri. Esta última venceu o prémio de Maior Crescimento do Volume de Negócios, conseguido, como explica em entrevista o administrador José Costa, graças a uma política de investimento sustentado que deverá continuar no futuro.

Com muitos vencedores e sem vencidos, o concurso europeu de jovens designers juntou, no Porto, 29 designers de algumas das mais prestigiadas escolas de moda da Alemanha, Espanha, França, Itália, Portugal e Reino Unido e consagrou novos talentos no design de vestuário e de calçado.

Na moda, 2018 foi o ano em que ModaLisboa e Portugal Fashion firmaram um acordo histórico que aproxima os dois grandes eventos de moda em Portugal, e em que diversas marcas e retalhistas avançaram com novos projetos, como foi o caso da Decenio, que se estreou em passerelle, e da Lion of Porches, que abriu mais um ponto de venda.

Nesta revista do ano passamos ainda pelas inovações portuguesas que marcaram o sector e entrevistamos Rodrigo Siza, diretor-geral da Lectra para Portugal e Espanha, sobre os avanços na digitalização e a nova oferta da multinacional de origem francesa nesta área.

Para terminar, e porque é importante perspetivar os próximos 12 meses, apresentamos algumas das tendências que irão marcar a evolução do negócio têxtil nos campos da política, economia, matérias-primas, sourcing, produção e consumo.

Não perca esta edição de dezembro do Jornal Têxtil, onde poderá relembrar o passado e antecipar o futuro. Se ainda não é assinante, aproveite este final de ano, tome a resolução de estar sempre bem informado sobre a indústria têxtil e vestuário e faça já a sua subscrição.