Início Arquivo

Dotar o tecido empresarial de quadros qualificados

A Escola Tecnológica da Beira Interior – ESTEBI é tutelada por uma associação sem fins lucrativos, a AFTEBI – Associação para a Formação Tecnológica e Profissional da Beira Interior, que tem como sócios fundadores as Câmaras Municipais da Covilhã, Manteigas, Belmonte e Fundão, a Universidade da Beira Interior (UBI), o Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário em Portugal (CITEVE), a Associação Nacional dos Industriais de Lanifícios (ANIL), o Núcleo Empresarial de Castelo Branco (NERCAB), o Instituto Nacional de Engenharia e Investigação Industrial (INETI) e uma empresa industrial HLC, S.A.

Esta escola, com sede nas instalações do CITEVE na Covilhã, foi criada com o objectivo de dotar o tecido empresarial de quadros técnicos qualificados, quer através da oferta de cursos de especialização de nível pós-secundário de longa duração, quer através da implementação de planos de formação contínua dirigidos aos próprios quadros das empresas, com vista à sua valorização.

Ao nível da especialização tecnológica, são promovidos pela ESTEBI dois cursos: Técnico de Produção Têxtil e Técnico de Manutenção Industrial. Para além destes cursos, está em realização um plano de formação com cursos de reciclagem de curta duração destinados aos próprios quadros das empresas industriais, nomeadamente quadros intermédios, em áreas carenciadas com vista ao aumento das suas competências específicas. De salientar o êxito alcançado com a realização deste plano, designadamente com os cursos “Processos Especiais de Acabamento” e “Aperfeiçoamento em Manutenção Eléctrica”.

A ESTEBI criada no âmbito dos apoios do PEDIP II, sob tutela do Ministério da Economia, inserindo-se deste modo numa rede de Escolas Tecnológicas que abrangem todo o país e os principais sectores industrias, surgiu como resposta às constantes solicitações do tecido produtivo no sentido de se combater a carência de profissionais de nível médio.

De momento cerca de vinte alunos divididos pelos dois cursos leccionados durante os dois últimos anos, acabaram de cumprir os seis meses de estágio em várias empresas da ITV por todo o país. Os pedidos de técnicos por parte das empresas tem ultrapassado largamente o número de alunos formados, o que confirma a adequação dos perfis profissionais dos cursos às necessidades da indústria, justificando e reforçando a continuidade do ensino ministrado na ESTEBI.

Tendo as Escolas Tecnológicas sido obrigadas a rever a sua forma de actuação a partir do próximo ano lectivo face à publicação recente de regulamentação específica dos Cursos de Especialização Tecnológica, o que resulta na realização de cursos de qualificação de nível III nas áreas do têxtil e de manutenção, seguidos de cursos de especialização de nível IV em áreas de maior carência, adaptando os novos cursos às necessidades reais da indústria.

Por enquanto, continuam a ser formados na ESTEBI os Técnicos de Produto Têxtil vocacionados para a concepção do produto nas áreas de estamparia, malhas, têxteis-lar e tecidos, e o Técnicos de Manutenção Industrial de carácter multisectorial, estando estes em condições de iniciar em Setembro próximo os respectivos estágios em empresas industriais, sem qualquer encargo financeiro para as mesmas.