Início Notícias Marcas

Duarte adapta-se com novos projetos

Apresentou-se pela primeira vez em março de 2015 e, desde então, já pisou várias passerelles com as coleções da marca que pretende redefinir o conceito de luxo desportivo. A pandemia exigiu adaptação através de novos formatos e deixou tempo para a criação de novidades.

Primavera-verão 2020

A marca que se destina a «homens e mulheres ativos que gostam de peças com detalhe e que valorizam o design sustentável» apresentou a atual coleção disponível em loja na edição de outubro de 2019 da ModaLisboa. Pela passerelle deambularam tons cremes e pasteis na companhia de materiais «secos e leves», que vão desde o linho ao algodão.

Ana Duarte

«A coleção SS20 Atacama é inspirada numa viagem ao deserto, no Chile. Nesta coleção viajamos pelas paisagens pictóricas que este deserto do Chile tem para oferecer, transformando-a na perfeita aventura para qualquer estação do ano», afirma Ana Duarte, designer da insígnia que se assume como uma marca «high end que pretende redefinir o conceito de luxo desportivo, criando um lifestyle cool».

«A coleção foi lançada online no início de março e nas lojas agora em maio, considerando toda esta situação [de pandemia] é difícil ter resultados por agora. Ainda não vendemos muitas peças, mas ainda faltam meses até à coleção outono-inverno 2020 entrar nas lojas, o que nos dá algum tempo para ver como as coisas evoluem e se se conseguem, pelo menos, aproximar as vendas de uma altura “normal”», explica ao Portugal Têxtil.

«Não há um caminho certo»

A chegada do novo coronavírus teve um grande impacto nas mais variadas áreas e refletiu-se de diferentes formas para cada modelo de negócio. No que diz respeito à Duarte, o impacto traduziu-se numa quebra das vendas. «O coronavírus teve impacto em todo o sistema económico e nós também fomos afetados. Houve praticamente uma suspensão de vendas/encomendas e por isso focámo-nos em desenvolver peças e projetos que tínhamos em standby», revela a designer. «Sentimos uma quebra nas vendas, o que é normal, considerando as prioridades que surgem numa pandemia. No entanto, temos sentido bastante apoio tanto dos nossos fornecedores como dos nossos clientes. Penso que ainda vão surgir muitas mudanças, mas temos de nos adaptar a uma nova realidade e trabalhar em conjunto para ultrapassar da melhor maneira», acrescenta.

Durante este tempo, a adaptação da marca passou pela criação de máscaras e ainda por uma nova vertente de negócio no website, que acabou por atrair novos clientes. «Assim que a DGS decretou que se deviam usar máscaras sociais, começámos a desenvolver um molde e a produzir várias com os estampados das nossas coleções, divulgando essencialmente através do Instagram. Fizemos também uma “Archive Sale” online, coisa que nunca tínhamos experimentado e resultou muito bem – tivemos adesão tanto por parte dos nossos clientes como de seguidores da marca que nunca tinham comprado uma peça», adianta Ana Duarte, sublinhando que para enfrentar uma situação como a vivida atualmente «não há um caminho certo».

Novidades para breve

Com uma presença vincada a nível nacional, a Duarte faz já viajar os produtos para vários pontos do mundo. «De momento, estamos presentes em Portugal, mas vendemos tanto para a Europa como para os EUA através do website da marca. Pretendemos expandir no futuro, mas de momento estamos a tentar perceber qual o próximo passo a tomar, que seja sustentável para a marca», admite.

Outono-inverno 2020/2021

No entanto, a internacionalização continuar a fazer parte do futuro, juntamente com uma maior aposta no canal digital. «Queremos ter uma presença online ainda mais forte e aumentar a nossa capacidade de B2C. Também está nos planos da marca apresentar num showroom internacional, para conseguirmos pontos de venda no resto da Europa», conta Ana Duarte.

No seguimento do último desfile apresentado na ModaLisboa, alusivo ao outono-inverno 2020/2021, a Duarte promete desvendar muitas novidades para breve e está já a desenvolver a coleção primavera-verão 2021, em parceria com a marca de calçado portuguesa Exceed Shoes Thinkers.