Início Notícias Tecnologia

Dyneema protege ciclistas

A Royal DSM anunciou o desenvolvimento de uma camisola protetora para ciclistas, que já está a equipar a equipa Sunweb na Tour de France, que decorre até 20 de setembro.

[©DSM]

Juntamente com a equipa Sunweb e a Craft Sportswear, a DSM ajudou a produzir uma camisola com Dynema – uma fibra de polietileno de peso molecular ultra elevado, 15 vezes mais resistente que o aço – que, quando combinada com uma camada de base protetora, oferece aos ciclistas proteção eficiente à abrasão a velocidades até 60 km/hora, ao mesmo tempo que reduz a gravidade de feridas abertas a velocidades superiores.

Nos últimos anos, a Tour de France tem registado uma média de 1,5 acidentes por etapa. As camisolas podem ajudar os ciclistas, uma vez que oferecem proteção a uma parte considerável do corpo, ao mesmo tempo que permitem a gestão da humidade, que é afastada da pele, e resistência térmica. Contudo, as camisolas fabricadas com os materiais convencionais têm uma performance limitada no que diz respeito à proteção contra quedas.

«Sendo 15 vezes mais resistente do que o aço numa comparação de peso, a fibra Dyneema oferece uma excelente solução para aumentar a resistência à abrasão do tecido, reduzindo a gravidade dos ferimentos em caso de acidente, sem comprometer o peso do ciclista ou o seu conforto», afirma Piet Rooijakkers, diretor de I&D na Sunweb. «Além disso, a nova camisola pode ser parte de uma solução modular de proteção, na qual os ciclistas podem facilmente tirar ou pôr camadas de acordo com a corrida e as condições meteorológicas. Desta forma, a nova camisola vai apoiar significativamente os nossos ciclistas na Tour de France e noutras provas», garante.

Para Wilfrid Gambade, presidente da DSM Protective Materials, a nova camisola de ciclismo com Dyneema vai fazer uma verdadeira diferença para os ciclistas que enfrentam os perigos da competição profissional e contribuir para a saúde tanto das pessoas como do ambiente.

«A camisola é a prova física de como a colaboração com parceiros especialistas pode dar origem a grandes feitos. No futuro, vamos trabalhar com a Craft e a equipa Sunweb para integrar fibras Dyneema de base biológica nas camisolas de ciclismo, contribuindo ainda mais para um mundo seguro e saudável», revela.

Em linha com esta meta, a DSM introduziu a primeira fibra de polietileno de peso molecular ultra elevado de base biológica em maio último, que oferece a mesma performance da Dyneema convencional mas tem uma pegada de carbono 90% inferior.

[©DSM]
Juntamente com a equipa Sunweb e a Craft Sportswear, a DSM ajudou a produzir uma camisola com Dynema – uma fibra de polietileno de peso molecular ultra elevado, 15 vezes mais resistente que o aço – que, quando combinada com uma camada de base protetora, oferece aos ciclistas proteção eficiente à abrasão a velocidades até 60 km/hora, ao mesmo tempo que reduz a gravidade de feridas abertas a velocidades superiores.

Nos últimos anos, a Tour de France tem registado uma média de 1,5 acidentes por etapa. As camisolas podem ajudar os ciclistas, uma vez que oferecem proteção a uma parte considerável do corpo, ao mesmo tempo que permitem a gestão da humidade, que é afastada da pele, e resistência térmica. Contudo, as camisolas fabricadas com os materiais convencionais têm uma performance limitada no que diz respeito à proteção contra quedas.

«Sendo 15 vezes mais resistente do que o aço numa comparação de peso, a fibra Dyneema oferece uma excelente solução para aumentar a resistência à abrasão do tecido, reduzindo a gravidade dos ferimentos em caso de acidente, sem comprometer o peso do ciclista ou o seu conforto», afirma Piet Rooijakkers, diretor de I&D na Sunweb. «Além disso, a nova camisola pode ser parte de uma solução modular de proteção, na qual os ciclistas podem facilmente tirar ou pôr camadas de acordo com a corrida e as condições meteorológicas. Desta forma, a nova camisola vai apoiar significativamente os nossos ciclistas na Tour de France e noutras provas», garante.

Para Wilfrid Gambade, presidente da DSM Protective Materials, a nova camisola de ciclismo com Dyneema vai fazer uma verdadeira diferença para os ciclistas que enfrentam os perigos da competição profissional e contribuir para a saúde tanto das pessoas como do ambiente.

«A camisola é a prova física de como a colaboração com parceiros especialistas pode dar origem a grandes feitos. No futuro, vamos trabalhar com a Craft e a equipa Sunweb para integrar fibras Dyneema de base biológica nas camisolas de ciclismo, contribuindo ainda mais para um mundo seguro e saudável», revela.

Em linha com esta meta, a DSM introduziu a primeira fibra de polietileno de peso molecular ultra elevado de base biológica em maio último, que oferece a mesma performance da Dyneema convencional mas tem uma pegada de carbono 90% inferior.